R$12,80
  • De: R$19,90
  • Você economiza: R$7,10 (36%)
Frete GRÁTIS em pedidos enviados pela Amazon a partir de R$99,00 em livros.
Em estoque.
Enviado e vendido por Amazon.com.br.
O Banquete foi adicionado ao seu carrinho
Tem para vender?
Virar para trás Virar para a frente
Ouvir Reproduzindo... Pausado   Você está ouvindo uma amostra da edição em áudio do Audible.
Saiba mais

Seguir o Autor

Algo deu errado. Tente fazer sua solicitação novamente mais tarde.


O Banquete (Português) Capa comum – 1 fevereiro 2017

4,7 de 5 estrelas 356 classificações

Ver todos os formatos e edições Ocultar outros formatos e edições
Preço
Novo a partir de Usado a partir de
Capa Comum, 1 janeiro 2012
R$12,80
R$12,80 R$16,90
Receba: Terça-feira, 3 de Nov
Entrega mais rápida: Terça-feira, 27 de Out
click to open popover

Amazon Assistant
Economize com o nosso Verificador de Preços dos últimos 30 dias. Saiba Mais

Detalhes do produto

  • Capa comum : 95 páginas
  • ISBN-10 : 8572838260
  • ISBN-13 : 978-8572838269
  • Dimensões do produto : 18 x 12 x 0.8 cm
  • Editora : Edipro; Edição de Bolso (1 fevereiro 2017)
  • Idioma: : Português
  • Avaliações dos clientes:
    4,7 de 5 estrelas 356 classificações

Descrição do produto

Sobre o Autor

Em rigor, pouco se sabe de absolutamente certo sobre a vida de Platão. Platão de Atenas (seu verdadeiro nome era Aristocles) viveu aproximadamente entre 427 e 347 a.C. De linhagem ilustre e membro de uma rica família da Messênia (descendente de Codro e de Sólon), usufruiu da educação e das facilidades que o dinheiro e o prestígio de uma respeitada família aristocrática propiciavam. Seu interesse pela filosofia se manifestou cedo, e tudo indica que foi motivado particularmente por Heráclito de Éfeso, chamado O Obscuro, que floresceu pelo fim do século VI a.C. É bastante provável que, durante toda a juventude e até os 42 anos, tenha se enfronhado profundamente no pensamento pré-socrático – sendo discípulo de Heráclito, Crátilo, Euclides de Megara (por meio de quem conheceu as ideias de Parmênides de Eleia) – e, muito especialmente, na filosofia da Escola itálica. Entretanto, é inegável que o encontro com Sócrates, sua antítese socioeconômica (Sócrates de Atenas pertencia a uma família modesta de artesãos), na efervescência cultural de então, representou o clímax de seu aprendizado, adicionando o ingrediente definitivo ao cadinho do qual emergiria o corpo de pensamento independente e original de um filósofo que, ao lado de Aristóteles, jamais deixou de iluminar a humanidade ao longo de quase 24 séculos. Em 385 a.C., Platão, apoiado (inclusive financeiramente) pelos amigos, estabeleceu sua própria Escola no horto de Academos, para onde começaram a afluir os intelectos mais brilhantes e promissores da Grécia, entre eles Aristóteles de Estagira, que chegou a Atenas em 367 com 18 anos. Platão morreu aos 80 ou 81 anos, provavelmente em 347 a.C. – dizem – serenamente, quase que em continuidade a um sono tranquilo.

Edson Bini é um consagrado e produtivo tradutor, sendo esta sua atividade principal há mais de 40 anos. Nasceu em São Paulo, em 02 de dezembro de 1946. O primeiro livro que leu na vida foi O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas. Aos 12 anos se apaixonou por filosofia quando leu pela primeira vez Platão. Estudou filosofia na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP e seu interesse inicial pela língua grega foi despertado nas primeiras aulas do professor José Cavalcante de Souza (doutor em língua e literatura gregas) quando ele escrevia fragmentos dos pré-socráticos em grego no quadro negro. Nesta época, década de 70, iniciou sua atividade como tradutor e redator, além de se dedicar ao estudo da história das religiões. Trabalhou com o jornalista e escritor Ignácio de Loyola Brandão. Realizou dezenas de traduções nas áreas da filosofia, inclusive filosofia do direito, para as editoras Hemus, Ícone, Martins Fontes, Landy, Loyola e há quase 20 anos é tradutor da Edipro, ocupando-se principalmente da tradução anotada, de cunho marcantemente didático e formativo, de grandes obras da filosofia grega antiga, embora haja também trazido para nosso vernáculo, autores como Maquiavel, Kant, Montesquieu, Nietzsche, Rousseau, Bacon e Descartes. Dedicando-se, sobretudo, à tradução anotada durante este período, seu trabalho que ganhou maior notoriedade foi a tradução das obras completas de Platão e na sequência obras de Aristóteles.

Avaliação de clientes

4,7 de 5 estrelas
4,7 de 5
356 classificações globais
Como as classificações são calculadas?

Principais avaliações do Brasil

500 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 1 de junho de 2018
Compra verificada
37 pessoas acharam isso útil
Comentar Informar abuso
Avaliado no Brasil em 13 de novembro de 2019
Compra verificada
21 pessoas acharam isso útil
Comentar Informar abuso
Avaliado no Brasil em 15 de novembro de 2018
Compra verificada
8 pessoas acharam isso útil
Comentar Informar abuso
Avaliado no Brasil em 13 de julho de 2020
Compra verificada
review imagereview image
1 pessoa achou isso útil
Comentar Informar abuso
Avaliado no Brasil em 23 de maio de 2020
Compra verificada
4 pessoas acharam isso útil
Comentar Informar abuso
Avaliado no Brasil em 14 de julho de 2020
Compra verificada
Avaliado no Brasil em 22 de abril de 2020
Compra verificada
review imagereview image
1 pessoa achou isso útil
Comentar Informar abuso
Avaliado no Brasil em 17 de junho de 2020
Compra verificada
review imagereview image
1 pessoa achou isso útil
Comentar Informar abuso