Faça download dos Aplicativos de Leitura Kindle Gratuitos e comece a ler eBooks Kindle nos mais populares smartphones, tablets e computadores pessoais. Para enviar o link de download para seu smartphone por SMS, use o formato internacional sem espaços (Código Internacional+DDD+Número. Exemplo: +551199999999)

  • Apple
  • Android
  • Windows Phone
  • Android

Para receber o link de download digite seu celular:

Preço digital sugerido: R$ 39,90
Preço Kindle: R$ 31,92

Economize
R$ 47,98 (60%)

OU

Essas promoções serão aplicadas a este item:

Algumas promoções podem ser combinadas; outras não são elegíveis. Para detalhes, por favor, acesse os Termos e Condições dessas promoções.

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Anúncio do aplicativo do Kindle

Doutor Fausto: A vida do compositor alemão Adrian Leverkühn narrada por um amigo eBook Kindle

5.0 de 5 estrelas 10 avaliações de clientes

Ver todos os 2 formatos e edições Ocultar outros formatos e edições
Preço
Novo a partir de Usado a partir de
eBook Kindle
"Tente novamente"
R$ 31,92

Número de páginas: 600 páginas Configuração de fonte: Habilitado Page Flip: Habilitado
Idioma: Português

eBooks na Loja Kindle
eBooks em oferta na Loja Kindle
Todos os dias, novos eBooks com desconto. Vem.

Ofertas especiais e produtos em promoção

  • Compre qualquer eBook da página amazon.com.br/feriadao e ganhe R$5 para gastar no próximo eBook Saiba mais (confira os termos e condições)

Promoções de produtos
  • Compre qualquer eBook da página amazon.com.br/feriadao e ganhe R$5 para gastar no próximo eBook Saiba mais (confira os termos e condições)

Descrições do Produto

Descrição do produto

O romance fáustico de Thomas Mann em nova edição revista, com tradução de Herbert Caro e posfácio de Jorge de Almeida. Último grande romance de Thomas Mann, Doutor Fausto foi publicado em 1947. O escritor fez uma releitura moderna da lenda de Fausto, na qual a Alemanha trava um pacto com o demônio — uma brilhante alegoria à ascensão do Terceiro Reich e à renúncia do país a sua própria humanidade. O protagonista é o compositor Adrian Leverkühn, um gênio isolado da cultura alemã, que cria uma música radicalmente nova e balança as estruturas da cena artística da época. Em troca de 24 anos de verve musical sem paralelo, ele entrega sua alma e a capacidade de amar as pessoas. Mann faz uma meditação profunda sobre a identidade alemã e as terríveis responsabilidades de um artista verdadeiro.

Detalhes do produto

  • Formato: eBook Kindle
  • Tamanho do arquivo: 2754 KB
  • Número de páginas: 675 páginas
  • Editora: Companhia das Letras (22 de outubro de 2015)
  • Vendido por: Amazon Servicos de Varejo do Brasil Ltda
  • Idioma: Português
  • ASIN: B016YTLDL0
  • Dicas de vocabulário: Não habilitado
  • Leitor de tela: Compatível
  • Configuração de fonte: Habilitado
  • Avaliação média: 5.0 de 5 estrelas 10 avaliações de clientes
  • Lista de mais vendidos da Amazon: #19,605 entre os mais vendidos na Loja Kindle (Conheça os 100 mais vendidos na Loja Kindle)

Quais outros itens os consumidores compraram após visualizar este item?

Avaliação de clientes

5.0 de 5 estrelas
5 estrelas
10
4 estrelas
0
3 estrelas
0
2 estrelas
0
1 estrela
0
Ver todas as 10 avaliações dos clientes
Compartilhe suas ideias com outros clientes

Principais avaliações de clientes

Por Leila Gonçalves AVALIADOR Nº 1 em 28 de outubro de 2015
Formato: eBook Kindle Compra verificada
Fausto protagoniza uma popular lenda germânica sobre um pacto com o demônio. Ela tem servido de base para diversos textos literários e o mais famoso é a peça teatral escrita e reescrita por Goethe durante sessenta anos.

Thomas Mann retoma o assunto para apresentar a vida do compositor Adrian Leverkühn a partir da perspectiva de seu amigo, o filólogo Serennus Zeitblom, tendo como cenário a Alemanha durante a primeira metade do século XX.

Em linhas gerais, "Doutor Fausto" apresenta sua infância pobre do protagonista, sua firme decisão de abandonar a Universidade, trocando a teologia pela música além de sua obsessão pelo sucesso, capaz de levá-lo a um acordo sinistro tendo como requisito sua rejeição ao amor. Sua intrepidez irá conduzi-lo para um final amargo, marcado pela solidão e a demência causada pela sífilis, incurável antes do advento da penicilina.

Na realidade, o romance também é uma alegoria sobre a queda e ascensão do Nazismo. A atitude de Leverkühn, afastando-se da religiosidade em favor da racionalidade de sua música, reflete a mudança da própria Alemanha, que declinou de seus valores morais em troca da hipocrisia do Terceiro Reich. Com claras referências biográficas ao filósofo Friedrick Nietzsche e ao compositor Arnold Schönberg, o romance também examina temas comuns à obra de Mann como o temor pelo bloqueio criativo e o papel da dor e do isolamento na vida de um artista.
Saiba mais ›
12 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Por Paulo Leite AVALIADOR TOP 10 em 24 de outubro de 2015
Formato: eBook Kindle Compra verificada
O aspecto mais significativo do romance é o uso pelo autor da lenda de Fausto, a história milenar de um homem que vende sua alma ao diabo em troca de riqueza, poder e proezas sexuais. Embora a única situação na narrativa abertamente semelhante à história tradicional de Fausto seja o diálogo imaginário entre Adrian – o protagonista – e o Diabo, que ocorre no capítulo 25, a lenda de Fausto é uma presença muito forte no romance de Mann. Central para a lenda é o contrato, o ‘quid pro quo’, entre o Diabo e Fausto. O acordo faustiano de Adrian implica contrair sífilis com uma prostituta. Ao preço da perda de sua saúde física e mental, a sífilis desencadeia poderes incontáveis de criatividade dentro dele. A sífilis de que padece, por sua vez, é um símbolo da "doença" do nacionalismo extremo e chauvinismo étnico que levou o povo alemão abraçar Adolf Hitler e os nazistas. Nos dois casos – contração de sífilis por Adrian e a chegada ao poder de Hitler –, Mann deixa claro que as partes envolvidas entraram em seus "acordos" por suas próprias vontades, assim como o original Dr. Fausto entrou em seu pacto demoníaco de livre e espontânea vontade. A doença física aqui, similar ao romance “A Montanha Mágica” – outra obra-prima de Mann –, é usada como um símbolo para o declínio espiritual e cultural. Nos séculos XX e início do XIX, a sífilis era uma doença incurável com uma taxa de mortalidade próxima de cem por cento. Seus sintomas podiam ser mitigados temporariamente, mas a doença era inevitável em seus efeitos até a descoberta da penicilina.Saiba mais ›
15 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle Compra verificada
Este romance monumental transpõe a história do Doutor Fausto para a primeira metade do século XX, na figura do compositor (imaginário) Adrian Leverkuhn, cuja vida é narrada por um amigo íntimo. Thomas Mann apresenta um grande painel da sociedade , do pensamento e da arte na Alemanha do início do século, especialmente da música, campo em que ele demonstra grande domínio. Um enredo denso, com personagens vivamente caracterizados, cujo drama acompanha o da sociedade alemã e européia.
Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Por Carlos Santiago AVALIADOR TOP 500 em 28 de março de 2016
Formato: Capa dura Compra verificada
Mann lança uma provocação neste romance, ele nos desafia a entender o ininteligível, a compreender as formas da arte musical e de como isso pode transformar a vida de pessoas. O personagem é muito bem estruturado e intrigante. O narrador da história é outro caso a parte da excelência de literária de Mann. O narrador se mostra um ser passivo com relação as transformações que ocorrem ao seu redor, basta-lhe apenas narrar, nada mais. Isso nos dá brecha a traçar um paralelo com a ascensão do nazismo na Alemanha.
Por outro lado a leitura pode ser difícil e até mesmo desagradável para que não esteja acostumado com o jargão musical, com técnicas e detalhes pois o autor lança mão de muito destes recursos. Mas nem por isso deixa de ser uma obra a ser "vencida" daí a provocação de Mann, fazer com que o leitor possa pensar sobre as transformações à sua volta e para isso romanceia a música e suas nuanças no afã de modificar o meio.
3 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
click to open popover

Procure por itens similares por categoria