R$235,89
  • De: R$373,00
  • Você economiza: R$137,11 (37%)
& Frete GRÁTIS. Detalhes.
Em estoque.
O eBook Kindle está disponível e você pode iniciar sua leitura imediatamente com os Apps gratuitos de leitura Kindle.
Enviado e vendido por Amazon.com.br.
Fisiologia Médica de Gano... foi adicionado ao seu carrinho
Ofertas de vendedores na Amazon
R$229,90
+ R$14,64 de frete
Vendido por: novo acervo 2020
Tem para vender?
Virar para trás Virar para a frente
Ouvir Reproduzindo... Pausado   Você está ouvindo uma amostra da edição em áudio do Audible.
Saiba mais

Fisiologia Médica de Ganong (Português) Capa comum – 28 setembro 2013

5,0 de 5 estrelas 3 classificações

Ver todos os formatos e edições Ocultar outros formatos e edições
Preço
Novo a partir de Usado a partir de
Kindle
Capa Comum
R$235,89
R$229,90
Receba: Quinta-feira, 28 de Jan
Entrega mais rápida: Amanhã
Se pedir dentro de 4 h e 53 min

click to open popover

Frequentemente comprados juntos

  • Fisiologia Médica de Ganong
  • +
  • Anatomia Orientada para a Clínica
  • +
  • Berne e Levy Fisiologia
Preço total: R$1,102.73
Compre os itens selecionados juntos
Leia Enquanto Enviamos
Leia Enquanto Enviamos
Confira todos os livros disponíveis e escolha o seu aqui

Detalhes do produto

  • Editora : AMGH; 24ª edição (28 setembro 2013)
  • Idioma: : Português
  • Capa comum : 768 páginas
  • ISBN-10 : 8580552923
  • ISBN-13 : 978-8580552928
  • Dimensões : 27.8 x 21 x 1.8 cm
  • Avaliações dos clientes:
    5,0 de 5 estrelas 3 classificações

Descrição do produto

Sobre o Autor

Kim Barrett recebeu o título de Ph.D. em Bioquímica pela University College London em 1982. Após um período de treinamento de Pós-Doutorado no National Institutes of Health, ingressou na Faculdade de Medicina da University of California, San Diego, em 1985, tendo sido elevada ao seu atual cargo de Professor of Medicine em 1996. Desde 2006, Barrett ocupa também o cargo de Dean of Graduate Studies. Suas pesquisas concentram-se em fisiologia e fisiopatologia do epitélio intestinal e no estudo sobre como sua função é alterada por bactérias comensais, probióticas e patogênicas, bem como em estados de doenças específicas, como as doenças inflamatórias intestinais. Publicou mais de 200 artigos, capítulos e revisões e recebeu vários prêmios pelos resultados de suas pesquisas, incluindo Bowditch e Davenport pela American Physiological Society e o grau de Doctor of Medical Sciences honoris causa pela Queens University, em Belfast. Também tem sido muito ativa participando da editoria acadêmica e atualmente é editora-chefe no Journal of Physiology. Dra. Barrett também é uma professora dedicada e laureada de estudantes de medicina e farmácia, tendo ensinado vários tópicos sobre fisiologia médica e sistêmica para esses grupos durante mais de 20 anos. Em 2012, seus esforços como professora e mentora foram reconhecidos com o prêmio Bodil M. Schmidt-Nielson Distinguished Mentor and Scientist Award conferido pela American Physiological Society. Sua experiência como professora levou-a a ser autora de outra obra (Gastrointestinal physiology*) e a ser convidada a assumir a direção da 23a edição do Fisiologia médica em 2007, sendo também a responsável por esta nova edição.

Susan Barman recebeu o título de Ph.D. em Fisiologia pela Loyola University School of Medicine em Maywood, Illinois. Transferiu-se então para a Michigan State University (MSU), onde atualmente leciona no Department of Pharmacology/Toxicology e no Neuroscience Program. Dra. Barman tem interesse particular no controle neural da função cardiorrespiratória com ênfase na caracterização e origem das descargas naturais de nervos simpáticos e frênicos. Foi agraciada com o prestigioso prêmio MERIT (Method to Extend Research in Time) do National Institutes of Health. Também recebeu Outstanding University Woman Faculty Award da Professional Women’s Association, e o College of Human Medicine Distinguished Faculty Award, ambos da MSU. Muito ativa na American Physiological Society (APS), foi recentemente eleita para o mandato de 85o presidente da instituição. Também foi conselheira e presidente da Central Nervous System Section da APS, além do Women in Physiology Committee e do Section Advisory Commitee da APS. Nas suas horas de lazer, pratica caminhadas, exercícios aeróbicos e atividades desafiadoras da mente, como quebra-cabeças de diversos tipos.

Scott Boitano recebeu o título de Ph.D. em Genética e Biologia Celular da Washington State University em Pullman, Washington, e sua pesquisa está centrada em sinalização celular. Cultivou tal interesse na University of California, Los Angeles, onde concentrou suas pesquisas em segundos mensageiros e fisiologia celular do epitélio pulmonar. Continuou a desenvolver essas pesquisas na University of Wyoming e atualmente atua no Department of Physiology e no Arizona Respiratory Center, ambos na University of Arizona.

Heddwen Brooks recebeu o título de Ph.D. no Imperial College da University of London e atualmente é Associate Professor no Department of Physiology da University of Arizona (UA). Dra. Brooks é fisiologista renal, sendo conhecida pelo desenvolvimento de tecnologia de microarranjo (microarray) para abordar as vias de sinalização in vivo envolvidas na regulação hormonal da função renal. Entre os diversos prêmios que recebeu estão o Lazaro J. Mandel Young Investigator da American Physiological Society (APS), atribuído aos que se destacam como pesquisadores na área de fisiologia epitelial ou renal. Em 2009, ela recebeu o APS Renal Young Investigator Award no encontro anual da Federation of American Societies for Experimental Biology. Dra. Brooks atualmente é Presidente do APS Renal Section Steering Commitee. Faz parte do Comitê Editorial do American Journal of Physiology-Renal Physiology (desde 2001) e atuou em grupos de estudo no National Institutes of Health e na American Heart Association. Atualmente, é membro do Merit Review Board do Department of Veteran’s Affairs.

Professor adjunto do Departamento de Fisiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre e Doutor em Fisiologia pela UFRGS.

Avaliação de clientes

5,0 de 5 estrelas
5 de 5
3 classificações globais
5 estrelas
100%
4 estrelas 0% (0%) 0%
3 estrelas 0% (0%) 0%
2 estrelas 0% (0%) 0%
1 estrela 0% (0%) 0%
Como as classificações são calculadas?

Principal avaliação do Brasil

Avaliado no Brasil em 21 de outubro de 2019
1 pessoa achou isso útil
Informar abuso