Faça download dos Aplicativos de Leitura Kindle Gratuitos e comece a ler eBooks Kindle nos mais populares smartphones, tablets e computadores pessoais. Para enviar o link de download para seu smartphone por SMS, use o formato internacional sem espaços (Código Internacional+DDD+Número. Exemplo: +551199999999)

  • Apple
  • Android
  • Windows Phone
  • Android

Para receber o link de download digite seu celular:

Preço digital sugerido: R$ 26,99
Preço Kindle: R$ 9,45

Economize
R$ 17,54 (65%)

Leia à vontade. Mais de 1 milhão de eBooks Saiba mais
Leia de graça
com o Kindle Unlimited
OU

Essas promoções serão aplicadas a este item:

Algumas promoções podem ser combinadas; outras não são elegíveis. Para detalhes, por favor, acesse os Termos e Condições dessas promoções.

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Anúncio do aplicativo do Kindle

Privatize Já eBook Kindle


Ver todos os formatos e edições Ocultar outros formatos e edições
Preço da Amazon
eBook Kindle
"Tente novamente"
R$ 9,45

Número de páginas: 400 páginas Configuração de fonte: Habilitado Page Flip: Habilitado
Idioma: Português

Book Friday na Amazon
Book Friday na Amazon
Clique aqui e confira todos os eBooks em oferta na Book FridaySaiba Mais

Descrições do Produto

Descrição do produto

Obra traça um paralelo das privatizações feitas no Brasil nos últimos anos e explica que a privatização é sim a melhor opção para a economia nacional. Se o governo brasileiro fosse administrar o deserto do Saara, em cinco anos não só faltaria areia, mas haveria uma folha de pagamento de cerca de cinco mil cargos de confiança que investigariam o sumiço, uma CPI do Grão, uma Comissão de Ética e alguns governantes afirmando: "Nós não percebemos que a areia estava diminuindo, mas vamos atrás do culpado, mesmo que tenhamos que cortar da própria carne". Está mais do que provado que o modelo de estatais no Brasil não funciona. Hoje as empresas que menos dão lucro no país, oferecem os piores serviços e, contudo, são as que mais empregam. Mesmo assim, mais da metade da população treme ao ouvir o palavrão "Privatização". Mas se o serviço público não funciona, por que a privatização se tornou esse pecado? Nesta obra, o autor desmistifica o termo privatização, expõe argumentos sólidos, derruba polêmicas e apresenta fatos que definitivamente esclarecem as vantagens da privatização bem feita. De acordo com Constantino, essa aversão pública é pura falta de informação. A solução para diversos problemas enfrentados pelo contribuinte brasileiro hoje está nas privatizações de diversos setores. Tomando por base a lei do livre comércio, a concorrência entre empresas privadas em busca do lucro costuma ser a melhor garantia de bons serviços. O consumidor será privilegiado, já que essa gama de concorrentes fará o melhor para garantir seus lucros, cada qual oferecendo mais e melhores opções para o consumidor final. Já no setor governamental, quando uma empresa oferece um serviço, no qual ela é detentora absoluta de mercado, essa mesma empresa pode cobrar o valor que bem entender. O consumidor infelizmente estará preso a essa estatal. Se por acaso essa empresa não gerar lucros, o Governo Federal libera mais verbas para que mais funcionários sejam contratados, inchando o quadro de funcionári

Sobre o Autor

Rodrigo Constantino é formado em Economia pela PUC-RJ, e tem MBA de Finanças pelo IBMEC. Trabalha no setor financeiro desde 1997. É autor de seis livros: "Prisioneiros da Liberdade", "Estrela Cadente: As Contradições e Trapalhadas do PT", "Egoísmo Racional: O Individualismo de Ayn Rand", "Uma Luz na Escuridão", "Economia do Indivíduo: O Legado da Escola Austríaca", e "Liberal com orgulho". É colunista da revista Veja, colaborador do jornal O Globo e do site OrdemLivre.org. É membro-fundador do Instituto Millenium e diretor do Instituto Liberal. Foi o vencedor do Prêmio Libertas em 2009, no XXII Fórum da Liberdade.

Detalhes do produto

  • Formato: eBook Kindle
  • Tamanho do arquivo: 4374 KB
  • Número de páginas: 296 páginas
  • Editora: LEYA BRASIL (15 de dezembro de 2014)
  • Vendido por: Amazon Servicos de Varejo do Brasil Ltda
  • Idioma: Português
  • ASIN: B00B760J98
  • Dicas de vocabulário: Não habilitado
  • Configuração de fonte: Habilitado
  • Avaliação média: 4.1 de 5 estrelas  Ver todas as análises (28 avaliações de clientes)
  • Lista de mais vendidos da Amazon: #5,876 entre os mais vendidos na Loja Kindle (Conheça os 100 mais vendidos na Loja Kindle)

Quais outros itens os consumidores compraram após visualizar este item?

Avaliação de clientes

Principais avaliações de clientes

Por Isaías em 24 de julho de 2015
Formato: Capa comum Compra verificada
É o primeiro livro que leio do Constantino. Apesar de não concordar com tudo que o autor escreveu, considero que o objetivo principal do livro foi atingido: mostrar que a liberdade - tão em voga nas discussões mas tão suprimida pela política estatal - é um direito individual que deve ser batalhado por todos que prezam pela vida e pelo bem-estar. Rico na quantidade de informações, o livro é perfeito para usar como referência em discussões em que os amantes da liberdade geralmente tem com os capachos do Estado paternal.
3 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: Capa comum
Muito bem construído com argumentos sólidos e direto ao ponto. Constantino combina muito bem sua escrita ágil com profundo embasamento em dados.
4 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle
Para a maioria dos leitores este será um livro muito provocativo, bastante diferente de tudo o que se lê ou vê por aí. Especialmente na escola (incluindo o colegial ou a universidade).

Constantino expõe sua defesa da privatização de forma irretocável. Aliás, lança até um desafio: Como se sairão nos próximos anos as esconomias mais livres (ou seja: sem burocracia ou empresas estatais) versus as economias com mais intervenção estatal.

Eu particularmente gosto desse enfoque, porque há muitas pessoas com capacidade de prever o passado. Que sabiam por exmeplo quanto valia a Vale. Mas por algum motivo ainda não vimos eles tendo o mesmo suceso em prever o futuro. Esta é uma grande chance de vermos quem tem mais razão: os estatistas ou os defensores do live mercado.

O livro também lança perguntas àqueles que são contra a privatização. Eu, particularmente gostei da solução proposta para a distribuição das ações da Petrobrás. Já que ela é de todos os brasileiros, nada mais justo do que distribuir suas ações entre seus donos. Mas Constantino vai ainda mais longe em uma proposta genial.

Ele também entra em alguns pontos filosóficos como a questão da justiça privada. Mais especificamente de arbitragens privadas entre as partes.

Para alguns leitores que já acompanham temas "liberais" (e aqui uso o termo como o Constantino propõe: aqueles que defendem a liberdade de mercado, algo diferente ao termo americano "liberals") ou libertários (uma expressão mais comum no Brasil) talvez achem o livro um pouco superficial. Mas para quem quer se iniciar nesta discussão, este é o livro perfeito.
Saiba mais ›
15 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Por Sanderson Molick em 21 de julho de 2013
Formato: eBook Kindle
Trata-se de um livro bastante recomendado para aqueles que, assim como eu, possuíam certas ressalvas e pré-concepções com relação às defesas da privatização. O economista brasileiro, Rodrigo Constantino, consegue descrever de modo claro e preciso, sempre expondo e discutindo suas vantages e desvantagens. Além disso, faz uma boa análise dos setores que foram privatizados, ou parcialmente privatizados, no Brasil e dos ganhos gerados para a população. O livro é uma boa referência para aqueles que querem se informar ou até mesmo serem introduzidos ao tema.
4 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle Compra verificada
Esta é a segunda obra do autor que adquiro. A primeira, Esquerda Caviar, não atendeu as minhas expectativas. Ainda assim, dei uma segunda chance para o autor e resolvi ler o seu trabalho específico sobre as privatizações e confesso que me surpreendeu.

Desde a minha adolescência lia e ouvia horrores sobre a privatização. Presenciei a venda da TELESP para a Telefônica, bem como a aquisição do Banespa pelo Santander e a negociação da Vale. Na primeira situação, lembro da minha mãe tentando por três dias seguidos obter uma linha telefônica na época da estatal. Hoje sobram linhas e operadoras.

O breve relato acima serve para apontar que estou de acordo com a ideia defendida no livro: a privatização não é o demônio que pintam e, bem ao revés, pode ser muito útil para o desenvolvimento de um país. Rodrigo Constantino apresenta uma gama de argumentos e fatos que corroboram a sua posição, situação diversa daqueles que defendem outra contrária A propósito, não me lembro de nenhum livro e/ou trabalho acadêmico que demonstre os malefícios de uma privatização bem feita...

Entretanto, o autor peca pelo exagero em algumas partes e pela omissão em outras. A defesa da privatização das florestas deixa a desejar e não explicou como existe uma empresa pública como a EMBRAPA que em várias questões de eficácia e eficiência supera até multinacionais, o que resultaria num belo "stress test" de sua tese.

De todo modo, recomendo a leitura.
1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle
O livro busca sair da superfície dos comentários cotidianos que são feitos sobre a privatização para entender um pouco melhor o tema. Aproveita e traça um histórico das privatizações que se iniciaram em 1990 e duraram cerca de 15 anos. Temas que estão fora do que a maioria das pessoas pode imaginar são privatização do dinheiro e das florestas. O livro passa os argumentos gerais em favor da privatização sem entrar em minúcias econômicas, mas é bem embasado para o leitor iniciante.
Pena que esse livro não tenha surgido antes, mais precisamente na eleição presidencial de 2002, quando o então candidato Lula demonizou a privatização e seu adversário, ao invés de defender a herança bendita do governo FHC, vestiu uma indumentária com as logos de grandes estatais. É um livro que vai contra o pensamento dominante em nosso país como mostra o caso citado. E uma das chaves da prosperidade é remover esse pensamento superficial a favor das empresas estatais. A emoção diz que essas empresas são boas para o país, a razão demonstra que nunca foram.
7 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso

Avaliações mais recentes de clientes

click to open popover