Faça download dos Aplicativos de Leitura Kindle Gratuitos e comece a ler eBooks Kindle nos mais populares smartphones, tablets e computadores pessoais. Para enviar o link de download para seu smartphone por SMS, use o formato internacional sem espaços (Código Internacional+DDD+Número. Exemplo: +551199999999)

  • Apple
  • Android
  • Windows Phone
  • Android

Para receber o link de download digite seu celular:

Preço Kindle: R$ 6,99
Leia à vontade. Mais de 1 milhão de eBooks Saiba mais
Leia de graça
OU
OU

Essas promoções serão aplicadas a este item:

Algumas promoções podem ser combinadas; outras não são elegíveis. Para detalhes, por favor, acesse os Termos e Condições dessas promoções.

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Anúncio do aplicativo do Kindle

Redenção - Distopia e Bioterrorismo no séc. XXVI: Legionella eBook Kindle

4.5 de 5 estrelas 21 avaliações de clientes

Ver todos os formatos e edições Ocultar outros formatos e edições
Preço
Novo a partir de Usado a partir de
eBook Kindle
"Tente novamente"
R$ 6,99

Número de páginas: 194 páginas Configuração de fonte: Habilitado Page Flip: Habilitado
Idioma: Português

Novidades da Loja Kindle
Novidades da Loja Kindle
eBooks novos para sua biblioteca digital. Veja aqui

Descrições do Produto

Descrição do produto

M.A. COSTA - Escritor tido como o Asimov brasileiro - band.com


"Este é um thriller sci-fi. Uma narrativa que mistura o estilo de Dan Brown com Isaac Asimov


Em Redenção - Legionella caos, ódio e morte voltam a bater à porta da humanidade. No século XXVI, um grupo racista desenvolve uma super bactéria e caberá a Peter Brose, político jovem, influente e bem intencionado, o desafio de salvar a humanidade do risco iminente de apocalipse por conta de uma guerra biológica em escala mundial. Entretanto, sua experiência de vida não o preparou para os fatos deploráveis que se seguirão.
Legionella , primeiro livro da saga Redenção é acompanhado por contos também à venda na Amazon que complementam este rico universo. É ficção científica, é distopia, é ação, investigação e romance. Ao mesmo que o mundo idealizado pelo autor tem a plausibilidade como principal característica, os personagens que nele habitam são únicos, e os caminhos que a obra segue são marcados pelo inesperado.
Além de entreter, a obra de M.A. Costa leva o leitor a refletir sobre a essência humana e os caminhos que a humanidade insiste em seguir, apesar de sua privilegiada capacidade de evolução como espécie e de cada um de nós como indivíduo.

>>> Avaliações:


"Impactante" - Submerso em Palavras / Davi Tito
"recomendo este livro fortemente" - Blog Ysa / Maysa
"A obra inicia eletrizante!" - Fábio Guolo
"O livro te prende pela curiosidade" - Milla Felacio
"o autor me impressionou positivamente " - A Menina que Comprava Livros / Raffa Fustagno
"O livro é MUITO bom" - Clube das 6 / Giovanna
"é um livro incrível" - Diário da Sá / Sabrina
"Eletrizante " - Desencaixados / Victor Tadeu
"O final é fantástico" - Laplace
"Mais uma grata surpresa nacional" - Mari
"Surreal!" - Daily of Books / Fer Kaczynski

Detalhes do produto

  • Formato: eBook Kindle
  • Tamanho do arquivo: 1089 KB
  • Número de páginas: 194 páginas
  • Quantidade de dispositivos em que é possível ler este eBook ao mesmo tempo: Ilimitado
  • Vendido por: Amazon Servicos de Varejo do Brasil Ltda
  • Idioma: Português
  • ASIN: B016XFMYJU
  • Dicas de vocabulário: Não habilitado
  • Leitor de tela: Compatível
  • Configuração de fonte: Habilitado
  • Avaliação média: 4.5 de 5 estrelas 21 avaliações de clientes
  • Lista de mais vendidos da Amazon: #7,504 entre os mais vendidos na Loja Kindle (Conheça os 100 mais vendidos na Loja Kindle)

Avaliação de clientes

Principais avaliações de clientes

Formato: eBook Kindle Compra verificada
É verdade que não se pode/deve julgar um livro pela capa, e em Redenção - Distopia e Bioterrorismo... não é diferente.
Infelizmente a capa vende uma imagem de cuidado e atenção na escolha porém o conteúdo do livro é grosseiramente cheio de erros de português, concordância, texto repetitivo e até falhas de continuidade.
Sugiro ao autor/editor que faça uma revisão da versão digital (não sei se em versão impressa ocorrem os mesmo erros).
A história inicia interessante mas como não consigo deixar de prestar atenção ao texto frequentemente algum erro/incorreção me levou a ler e reler pois não acreditava que algum livro comercializado pudesse conter tantas falhas,
1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Por Kamila Zöldyek em 3 de fevereiro de 2016
Formato: eBook Kindle Compra verificada
Legionella é o primeiro livro das memórias de Peter Brose. Na introdução, Peter já conta o final, o que mata qualquer tentativa de ser um thriller. No primeiro capítulo, temos uma cena de ação digna, com perseguição, tiros (com direito a onomatopeias) e uma quase morte de Peter, como cliffhanger. Sabemos que ele não morre, afinal, ele está narrando suas memórias, certo?
Em seguida, o narrador começa a falar de sua infância e adolescência, que só servem mesmo para descrever o background da história: a utópica Terra do século XXVI, linda, perfeita e próspera. É aí que as coisas começam a embolar. Peter mistura narrativas no passado e no presente e a cada termo novo, ele para toda a narrativa para explicar sobre o artefato.
Essa coisa de parar, falar sobre uma coisa, contar uma história paralela que não tem nada a ver, depois voltar ao arco principal – quando o leitor já não lembra mais o que estava acontecendo – se repete ao longo do livro todo. Peter não deixa os personagens aparecerem e se mostrarem, ele simplesmente fala sobre eles como se fosse onisciente, e o leitor é obrigado a concordar com tudo que Pete diz, porque não há outro ângulo.
(E, a propósito, acho que não faz sentido você narrar algo que claramente já passou usando presente do indicativo.)
O discurso final de Peter é melhor que o livro inteiro. Não há muitos erros gramaticais, (o único que chamou mesmo a atenção é que ~todos~ os HÁ estão grafados como A) e apesar de todos os problemas, é uma leitura rápida e fluída. Ele não é um thriller arrebatador cheio de mistério e suspense, como vende a sinopse.
Saiba mais ›
7 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle
O autor consegue ser detalhista e empolgante nessa ficção digna de Asimov. Sem dúvida um dos melhores autores brasileiros de ficção científica. O livro consegue nos convencer de um futuro distante com um ar realista. Os personagens são bem elaborados e profundos, bem como os detalhes do cenário e das relações políticas.
Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Por Mariana em 26 de outubro de 2015
Formato: eBook Kindle
Esse não é um livro que compraria logo de cara, mas lendo a sinopse e pesquisando um pouco mais acabei me interessando, visto que se trata de um gênero que geralmente não leio: ficção científica. Não porque não gosto, mas entre minhas outras preferências, essa seria um pouco mais distante das demais.

Encontramos aqui uma história do futuro, onde as pessoas tem expectativa de vida bem elevada, por volta de 200 anos. Ele se passa exatamente entre os anos de 2030 e 2580, onde tudo que conhecemos mudou de uma forma bem forte.

Conhecemos Peter Brose, que é a pessoa que está escrevendo um livro de memórias com o ano inicial de 2562, casado com a Dra. Mirtes, que teve uma equipe designada para investigar uma bactéria, a Legionella, que matou milhares de pessoas, pois é muito resistente e difícil de combater - mesmo em um futuro tão avançado. Em determinado momento ela atinge um grupo de pessoas especificamente. Por isso, em paralelo a essa investigação laboratorial, acompanhamos a que é realizada pela segurança nacional, inclusive quem deve estar por trás dessa praga mundial, que a cada minuto está matando mais pessoas.

A cada 40 anos a população se reinventa, como o mundo também. As pessoas podem formar novas famílias, mudar de profissão, ter um novo início, como se nascessem novamente , começando tudo do zero. Só não podem ter mais filhos. Como a população tem certo controle de crescimento, cada família possui apenas um casal de filhos, independente de quantas vezes a pessoa já se casou. Mas Peter não quer isso. Ele escolheu Mirtes e pretende ficar com ela até seu último dia de vida.
Saiba mais ›
2 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Por Raffa Fustagno AVALIADOR TOP 10 em 25 de outubro de 2015
Formato: eBook Kindle
Apesar de amar filmes de ficção científica, são raros os livros que leio do gênero. O livro em questão chegou em minhas mãos após conhecer o autor e ir na tarde de lançamento dele, comprei o livro e acabou que a entrevista que faria com ele para o evento do blog foi - digamos assim - adiantada. Achei que seria bacana , como sempre costumo fazer , ler o livro dele a tempo pro evento. Dito e feito, mas não vou mentir que foi fácil para mim a leitura.E não achem que isso é uma crítica negativa, porque é longe disso.
Em Redenção - Livro 1 : Legionella, somos apresentados ao mundo de Peter Brose, logo de cara sabemos que estamos anos a frente de nosso tempo, só a cronologia apresentada logo no primeiro capítulo já informa que fatos importantes aconteceram de 2030 a 2580! Sim, se você pensou " ah, só 15 aninhos..." está redondamente enganado.
Peter é o narrador, ao escrever seu livro de memórias que data de 2562 sua intenção é registrar que o mal não dá tréguas e se apresenta de diversas formas desde que o mundo é mundo. Espanta ver que ele não é um vampiro mas tem aparência jovem conforme relatado em muitas partes aos 127 aninhos! Um garoto já que os homens costumam viver até os 200 anos! Logo ele explica que essa é sua terceira infância, e tudo isso se dá, segundo ele nos explica, porque os cientistas descobriram um jeito de aumentar a expectativa de vida dos humanos. Como todo livro do gênero, me enrolo um bocado para explicar em resenha todos os motivos de casa coisa ter acontecido ou até mesmo todas as datas informadas ao longo das 241 páginas.
Saiba mais ›
2 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso

Avaliações mais recentes de clientes

click to open popover

Onde está meu pedido?

Frete e devoluções

Precisa de ajuda?