R$ 47,18
  • Preço sugerido: R$ 49,90
  • Você economiza: R$ 2,72 (5%)
Frete GRÁTIS em pedidos enviados pela Amazon acima de R$ 99 em livros e games ou de R$ 149 em outros produtos.
Em estoque.
Enviado e vendido por Amazon.com.br.
Ofertas de vendedores na Amazon
Adicionar ao carrinho
R$ 39,92
+ R$ 6,35 de frete
Vendido por: LT2 SHOP
Adicionar ao carrinho
R$ 40,00
+ R$ 9,99 de frete
Vendido por: Ludy Livros
Adicionar ao carrinho
R$ 41,92
+ R$ 8,20 de frete
Vendido por: Pook Book
Tem para vender? Venda na Amazon
Virar para trás Virar para a frente
Ouvir Reproduzindo... Pausado   Você está ouvindo uma amostra da edição em áudio do Audible.
Saiba mais
Ver todas as 2 imagens

Uma furtiva lágrima (Português) Capa Comum – 6 mai 2019


Ver todos os formatos e edições Ocultar outros formatos e edições
Preço
Novo a partir de Usado a partir de
Capa Comum
R$ 47,18
R$ 39,92
click to open popover

Frequentemente comprados juntos

  • Uma furtiva lágrima
  • +
  • Nélida Piñon - Coleção Melhores Contos
Preço total: R$ 75,08
Compre os itens selecionados juntos

Leia Enquanto Enviamos
Leia Enquanto Enviamos
Confira todos os livros disponíveis e escolha o seu aqui

Detalhes do produto


Descrição do produto

Mensagem do Autor

Nélida Piñon estreou em 1961 com o romance Guia-mapa de Gabriel Arcanjo. É catedrática da Universidade de Miami desde 1990, havendo sido escritora-visitante das universidades de Harvard, Columbia, Johns Hopkins e Georgetown. Recebeu os prêmios brasileiros Golfinho de Ouro, Mário de Andrade e Jabuti ― este, de melhor romance e livro de ficção de 2005, por Vozes do deserto. E os internacionais Juan Rulfo, do México; Jorge Isaacs, da Colômbia; Gabriela Mistral, do Chile; Rosalía de Castro, e Menéndez Pelayo, da Espanha. Em 2005, pelo conjunto de sua obra, recebeu o importante Príncipe de Astúrias. É doutora honoris causa das universidades Poitiers, Santiago de Compostela, Rutgers, Florida Atlantic, Montreal e UNAM. Em 1990, foi empossada como imortal pela Academia Brasileira de Letras e, em 1996, por ocasião do centenário da Academia, tornou-se a primeira mulher a presidi-la. Em 2012, foi nomeada Embaixadora Ibero-Americana da Cultura.

Nenhuma avaliação de cliente


Avalie este produto

Compartilhe seus pensamentos com outros clientes