Faça download dos Aplicativos de Leitura Kindle Gratuitos e comece a ler eBooks Kindle nos mais populares smartphones, tablets e computadores pessoais. Para enviar o link de download para seu smartphone por SMS, use o formato internacional sem espaços (Código Internacional+DDD+Número. Exemplo: +551199999999)

  • Apple
  • Android
  • Windows Phone
  • Android

Para receber o link de download digite seu celular:

Preço Kindle: R$ 29,90

Economize
R$ 18,00 (38%)

OU

Essas promoções serão aplicadas a este item:

Algumas promoções podem ser combinadas; outras não são elegíveis. Para detalhes, por favor, acesse os Termos e Condições dessas promoções.

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Anúncio do aplicativo do Kindle

A garota na teia de aranha (Millennium) eBook Kindle

4.0 de 5 estrelas 116 avaliações de clientes

Ver todos os 2 formatos e edições Ocultar outros formatos e edições
Preço
Novo a partir de Usado a partir de
eBook Kindle
"Tente novamente"
R$ 29,90

Número de páginas: 488 páginas Configuração de fonte: Habilitado Page Flip: Habilitado
Idioma: Português

Novidades da Loja Kindle
Novidades da Loja Kindle
eBooks novos para sua biblioteca digital. Veja aqui

Descrições do Produto

Descrição do produto

Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist estão de volta na aguardada e eletrizante continuação da série Millennium. Neste thriller explosivo, a genial hacker Lisbeth Salander e o jornalista Mikael Blomkvist precisam juntar forças para enfrentar uma nova e terrível ameaça. É tarde da noite e Blomkvist recebe o telefonema de uma fonte confiável, dizendo que tem informações vitais aos Estados Unidos. A fonte está em contato com uma jovem e brilhante hacker – uma hacker parecida com alguém que Blomkvist conhece. As implicações são assombrosas. Blomkvist, que precisa desesperadamente de um furo para a revista Millennium, pede ajuda a Lisbeth. Ela, como sempre, tem objetivos próprios. Em A garota na teia de aranha, a dupla que já arrebatou mais de 80 milhões de leitores em Os homens que não amavam as mulheres, A menina que brincava com fogo e A rainha do castelo de ar se encontra de novo neste thriller extraordinário e imensamente atual.

Detalhes do produto

  • Formato: eBook Kindle
  • Tamanho do arquivo: 2285 KB
  • Número de páginas: 491 páginas
  • Editora: Companhia das Letras (27 de agosto de 2015)
  • Vendido por: Amazon Servicos de Varejo do Brasil Ltda
  • Idioma: Português
  • ASIN: B00YCPOW3A
  • Dicas de vocabulário: Não habilitado
  • Leitor de tela: Compatível
  • Configuração de fonte: Habilitado
  • Avaliação média: 4.0 de 5 estrelas 116 avaliações de clientes
  • Lista de mais vendidos da Amazon: #7,685 entre os mais vendidos na Loja Kindle (Conheça os 100 mais vendidos na Loja Kindle)

Quais outros itens os consumidores compraram após visualizar este item?

Avaliação de clientes

Principais avaliações de clientes

Formato: eBook Kindle Compra verificada
A narrativa é um tanto lenta nesta obra e o autor faz resgates das histórias anteriores que cansam o leitor que acompanhou a trilogia de Larsson. Lisbeth não tem destaque como na trilogia, o que diminui o ritmo e a emoção deste livro.o final ganha mais velocidade e consegue reanimar o leitor.
Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle Compra verificada
Um bom livro com o retorno de Lisbeth, mas com o ritmo um pouco instável. As vezes muito rápido, as vezes se arrastando. Mas gostei de ver como a Lisbeth ficaria nessa era mais atual da tecnologia.
Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle Compra verificada
O autor não deixa nada a desejar. Conseguiu fazer uma complementação da trilogia do Stieg Larson. Tomara continue completando a serie
Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: Capa comum Compra verificada
A trama é bem interessante. No início eu achei que o autor conseguiu copiar o estilo do Larson, só que depois foi se perdendo.

Vi muita gente criticando a Salander falando que ela estava uma super-heroína nesse livro. Mas nos livros 2/3 ela tomou um tiro na cabeça, foi enterrada viva, lutou com seu irmão estilo protótipo de Hulk e mesmo assim no final venceu. E isso sem falar nela pensando sobre o último teorema de Fermat.... Então por isso, não acho que a construção dela nesse livro tenha sido exagerada (tanto a parte matemática, da computação ou de seus outros atributos de sobrevivência).

Apesar disso, uma coisa que reparei é que a Lisbeth não está tão mais monosilábica como a Lisbeth de antes.

Um outro ponto que me incomodou no livro foi o Blomkvist. Nesse livro ele não teve um papel muito importante na trama. As coisas simplesmente caíram no colo dele. Lembram da família Vanger? Na época ele foi atrás de descobrir todos os pontos, examinou fotografias, fez e descobriu muita coisa sozinho. Nesse livro isso não aconteceu. Ele ganhou a matéria.

A construção da vilã do livro foi muito pobre e sem criatividade. Difícil engolir aquilo lá.

Tirando esses defeitos, foi um bom livro. 4* na minha avaliação. Mas comparar com os 3 primeiros é sacanagem. Stieg Larson é hors concours.
9 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Por Leila Gonçalves AVALIADOR Nº 1 em 28 de agosto de 2015
Formato: eBook Kindle Compra verificada
Onze anos após a morte de Stieg Larsson, criador da trilogia Millenium, e constantes divergências familiares quanto a divisão do seu espólio, finalmente, chega às livrarias o quarto livro da saga protagonizada pela excêntrica hacker Lisbeth Salander e o exemplar jornalista Mikael Blomkvist.

Escrito por Daniel Lagercrantz, com certeza, trata-se de uma obra polêmica. Muitos leitores questionam encará-la como continuidade da série, projetada para reunir dez volumes, e alguns estão dispostos a rejeitá-la mesmo sem ler.

No entanto, quem se aproximar disposto a conhecê-la sem maiores preconceitos, ficará surpreso: "A Garota na Teia de Aranha" é um ótimo suspense. Lagercrantz mergulhou fundo na trilogia e soube captar o estilo de Larsson, sendo possível reconhecer a mesma estrutura narrativa, os capítulos identificados por data ou sequência de dias assim como as epígrafes no início de cada parte do texto.

Quanto ao enredo, logo nas primeiras páginas, fica claro que os problemas econômicos da revista "Millenium" ainda não foram resolvidos. Atrás de uma boa história, capaz de sacudir o mercado atraindo novos leitores e anunciantes, Blomkvist é procurado por um famoso cientista disposto a revelar um segredo envolvendo alta tecnologia e espionagem industrial, mas é a menção de uma misteriosa hacker que chama sua atenção. Já faz algum que ele desconhece o paradeiro de Salander.

Esse homem é Frans Balder, um gênio da computação que acaba de largar sem maiores explicações suas pesquisas nos Estados Unidos e voltar para Suécia, país onde nasceu.
Saiba mais ›
47 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso
Formato: eBook Kindle Compra verificada
É impossível ler o quarto livro da série Millenium e não ficar se perguntando como ele seria se fosse escrito pelas mãos do falecido Stieg Larsson, porém, despindo-se deste preconceito e de um incômodo inicial a obra pode ser muito melhor aproveitada.

Aparentemente Lagercrantz não quis "reinventar a roda", fez o possível respeitando a "alma dos personagens". Consegui facilmente notar Mikael Blomkvist sendo Mikael Blomkvist, Lisbeth Salander sendo Lisbeth Salander, sem qualquer atitude dos personagens que me tenha feito torcer o nariz, ou mesmo que soasse deslocado, essa previsibilidade de suas ações está longe de ser o demérito da obra, já que qualquer revolução em suas personalidades soaria como desrespeitosa à obra de Larsson.

A trama é bem criativa, "fechadinha" e interessante, a narrativa bem ágil - alternando de pontos de vista de personagens em certos casos em uma simples virada de página, mantendo o ritmo acelerado - o que deu a impressão de o livro ser muito menor do que de fato é - as explicações de conceitos tecnológicos são deliciosas, a sensação é de que em meio a ficção também se aprende é de um didatismo que não soa cansativo.

Imagino que o autor tenha tomado todos os cuidados necessários para não fazer uma ruptura brusca com os outros livros da série, foi feliz, porém gostaria de ler mais sobre o universo Millenium nas mãos de um Lagercrantz menos recatado, menos ghost-writer (ou segundo ele próprio "bipolar"), mais disposto a dar sua visão de uma obra que já se tornou muito maior que seus redatores.
6 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Sim Não Enviando feedback...
Agradecemos pelos seus comentários.
Desculpe, o registro do seu voto falhou. Tente novamente
Informar abuso

Avaliações mais recentes de clientes

click to open popover