Avaliações dos clientes

27 de dezembro de 2015
Escrito em 1903 e publicado postumamente em 1911, "Depois do Baile" revela-se um dos pontos altos da carreira do Tolstói contista.

Discutindo com amigos se a vida é feita de acasos, Ivan Vassílievitch relata um incidente ocorrido quando ele era jovem: o fim de sua paixão pela filha de um coronel, após vê-lo comandar um violento espancamento contra um soldado desertor.

Indiscutivelmente um episódio de extrema crueldade que permite uma interessante abordagem: a dificuldade de uma pessoa compreender a outra sem ter passado pelas mesmas experiências. No caso do protagonista, esse incidente foi determinante na condução de sua vida e seu testemunho destila frustração e melancolia.

A história apresenta uma estrutura bipartida e explora vários temas peculiares à obra do escritor, como a mundanidade, o poder das elites, violência, amor e desejo. Assim como em "Guerra e Paz", está presente sua habilidade de descrever vastos panoramas e imprimir movimento as cenas, algo absolutamente inovador para a época.

Exibindo uma impecável tradução realizada por uma equipe de três alunas do curso de russo da USP, a identificação do trio com o conto foi tão harmoniosa que parece que uma única voz se incumbiu da tarefa.

Finalmente, com poucas paginas, trata-se de uma leitura ideal para quem quiser conhecer o escritor, recomendo.

"Se eu soubesse o que ele sabe, entenderia o que vi e isso não me atormentaria.” (Ivan Vassílievitch)
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,0 de 5 estrelas
2 classificações de cliente
5 estrelas
50%
4 estrelas 0% (0%) 0%
3 estrelas
50%
2 estrelas 0% (0%) 0%
1 estrela 0% (0%) 0%