amazon-prime-video Baby Beauty Books eBooks Kindle eBooks Kindle Cloud Drive Photos Electronics fashion Fire TV Stick LawnGarden home_improvement home_kitchen Office Computers sports toys VideoGames wireless

Avaliações dos clientes

10 PRINCIPAIS AVALIADORES
13 de março de 2017
Está é a primeira edição brasileira das peças completas de Shakespeare, da nova fase da Editora Nova Aguilar, depois de comprada pela Editora Global. A edição anterior tinha os volumes 1 e 2 - veja foto comparativa -, e agora foi completada com o volume 3, que traz as Peças Históricas (Rei João, Henrique IV, V, VI e VIII, Ricardo II, III e Eduardo III, com notas de Liana de Camargo Leão. Liana comenta que as peças políticas eram especialmente caras a Bárbara, que delas tratou em sua tese de doutorado e em seus setenta anos de caso de amor com Shakespeare. Interessante que tanto as peças Hamlet quanto Ricardo III foram traduzidas pela mãe de Bárbara, a poetisa Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça. Bárbara afirmava que, não sendo poeta, mas apaixonada pelo bardo inglês, buscou ao máximo manter a oralidade e o coloquialismo das peças de Shakespeare, que foram escritas para serem encenadas, em razão do que sua tradução busca atender aos atores. E Bárbara conseguiu cumprir seu sonho. A única peça de Shakespeare que ela não traduziu foi "Os dois parentes nobres", que se encontrava sobre sua mesa de trabalho quando ela faleceu, em 2015, aos 91 anos de idade! Existem outras traduções primorosas de peças de Shakespeare, feitas por Millôr Fernandes, Beatriz Viégas-Faria, Carlos Alberto Nunes e Lawrence Flores Perreira. Mas uma edição com as obras completas é só esta. Além disso, o preço está excelente! São 38 peças com quase 4.500 páginas! Alguns resenhistas reclamaram, aqui, de defeitos de impressão. É lamentável o baixo controle de qualidade dos produtos brasileiros, mas devo dizer que tive sorte, pois a minha edição veio impecável! Para quem está em dúvida sobre a qualidade gráfica desta obra, diante de tantas resenhas negativas, eu aconselho a não desistir da compra, seja porque a Amazon aceita a devolução de um produto defeituoso, seja porque o que pode ser ruim para uns, no caso das folhas finas, pode não ser para outros. Com certeza, esta é uma edição para se ler em casa, com cuidado e asseio no manuseio, para conservar a preciosidade! Enfim, termino esta resenha citando duas frases de Machado de Assis, que sempre citava Shakespeare: "Não se comenta Shakespeare, admira-se." "Um dia, quando já não houver império britânico nem república norteamericana, haverá Shakespeare; quando não se falar inglês, falar-se-á Shakespeare. Que valem então as atuais discórdias?" São centenas as citações de Shakespeare na obra de Machado de Assis, o que já foi objeto de interessantes estudos, como o pioneiro, de Eugênio Gomes (1897-1972) e outro mais recente, de Adriana da Costa Teles, do qual resultou o livro "Machado de Assis e Shakespeare: Intertextualidades", de Adriana da Costa Teles.
Como indicou outro resenhista, que se mostra um grande conhecedor de Shakespeare, vale a pena ler Shakespeare em inglês. Confesso que vou tentar fazê-lo, mas isso não me parece uma tarefa fácil, principalmente sem uma versão em português para auxiliar na compreensão da trama!
review imagereview imagereview imagereview imagereview image
150 pessoas acharam isso útil
11 comentário Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

3,8 de 5 estrelas
102
R$219,45+ Frete GRÁTIS em pedidos enviados pela Amazon acima de R$ 99 em livros ou R$ 149 em outros produtos.