Avaliações dos clientes

10 PRINCIPAIS AVALIADORES
26 de dezembro de 2017
A aparente contradição do título da resenha se explica:
"O menino do pijama listrado" é um livro leve, gostoso de se ler. Bem escrito, envolvente (logo nos vemos fazendo parte da vida confortável do protagonista (Bruno - que não é o menino do pijama listrado).
Seu pai é importante peça do exército de Hitler e eles logos são transferidos para um local ermo, onde Bruno tenta entender o que acontece em sua volta (sem ter a mais mínima noção de estar tão próximo de uma ideologia que causou o segundo maior genocídios da história da humanidade, perdendo apenas para o comunismo: o nazismo.
Bruno acaba conhecendo um dos prisioneiros Judeus, Schmuel, um outro garotinho que tampouco compreende em todos os aspectos o alcance da nefasta ideologia que lhe faz prisioneiro.
Ultrapassando a inocência das duas crianças que protagonizam o romance, sofremos com essa pesada história de amizade, de reencontro com nossa essência de buscar o bem, sem as complexas relações humanas que levam a separar os dois infantes por uma cerca, onde um tem uma vida de príncipe, enquanto o outro destina-se à morte quase certa, após sofrimentos tão já explorados e jogados em nossa cara.
Só não se espera o desfecho, o que torna este leve livro ainda mais pesado.
Virou filme. E ambos, livro e filme, tornam impossível sair incólume desta emocionante história.
8 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
83 classificações de cliente
R$31,99Frete GRÁTIS com o Amazon Prime