Baby Beauty amazon-prime-video Books eBooks Kindle eBooks Kindle Cloud Drive Photos Electronics fashion Fire TV Stick LawnGarden home_improvement home_kitchen Office Computers sports toys VideoGames wireless

Avaliações dos clientes

50 PRINCIPAIS AVALIADORES
6 de dezembro de 2018
Utilizando a biografia de um quadrinista fictício, Sonny Liew apresenta de forma densa a história da Singapura no século XX. Se trata de mais uma graphic novel para a já larga coleção de histórias em quadrinhos que apresentam biografias ou retratos históricos de alguma região, então o que torna este aqui em particular tão especial? A resposta se encontra nas intersecções entre biografia, história política e história dos quadrinhos, contadas de forma progressiva. O que há de especial é a incrível atenção aos detalhes para tornar o mais verídico possível aquilo que é fictício, com diversas obras do artista Charlie Chan sendo apresentadas, com nome, data e formatos, numa gama extremamente diversa que aproxima esta graphic novel de um livro de arte. É um deleite visual indescritível.

Além disso, à primeira vista a história de Singapura pode não parecer algo instigante, mas se tratando de um país até recentemente sob domínio britânico e que frequentemente passou por intervenções e embates com as mais diversas nações, acaba se tornando um pequeno capítulo para entender o funcionamento político do mundo, uma discussão de ideias de soberania que se encontram em diversas nações emergentes e as várias facetas do autoritarismo (sempre se transformando, sempre presente). É incrível ver como questões presentes na Singapura durante a Guerra Fria conseguem ressoar no cenário político brasileiro atual, por exemplo.

A qualidade da edição é altíssima, o que tem sido uma marca do selo Pipoca & Nanquim. Tratando-se de uma graphic novel desse parâmetro, com uma grande variedade de "arquivos" do quadrinista fictício, a leitura se torna ainda mais prazerosa.
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
155