Avaliações dos clientes

500 PRINCIPAIS AVALIADORES
15 de agosto de 2017
Gosto de ler Stephen King. Ponto. No entanto, "Escuridão Total sem Estrelas" deixou-me, diria, um tanto indiferente, como no primeiro conto, "1922", em que parece que o autor precisa enrolar e criar cada vez mais enredo e histórias paralelas para sair com uma história boa. O que o torna muito longo e arrastado. Por sua vez, o segundo ("O gigante do volante") e quarto ("Um bom casamento") contos, são o ápice do livro, em especial o segundo conto, sendo que ambos se centram em história de violência sexual contra mulheres. As soluções para as histórias foram interessantes. Por fim, o terceiro conto ("Justa extensão") é uma releitura dos vários Fautus que já surgiram na história da literatura misturado a características de muitos de nós, a cobiça e a inveja. Ponto final.
6 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,6 de 5 estrelas
127 classificações de cliente