Avaliações dos clientes

100 PRINCIPAIS AVALIADORES
11 de abril de 2018
Tem alguma coisa de errada nesse livro. Durante ele quase inteiro, fiquei com a sensação de que estava faltando alguma coisa e foi só a partir do meio que entendi o que era: experiência. Dá para ver que esse é o primeiro livro que a autora escreveu, porque muitas cenas, muitos diálogos e muitos desenvolvimentos são bastante amadores.

A criação dos personagens é muito falha, eles têm uma história e uma personalidade que nunca convencem direito e a relação entre todos não faz muito sentido nunca. É bem esquisito isso, na verdade, mas eu já me acostumei a perceber certa falta de experiência do autor em alguns livros. Dá para ver em como não tem consistência na personalidade dos personagens ou nas falas deles, no jeito que são vistos pela protagonista. E os acontecimentos são bagunçados, dando uma impressão forte de fanfic, de faltar, não com realismo, mas com peso mesmo. Durante o livro inteiro, eu nunca me senti realmente convencida pelo mundo, pelos personagens, pelos acontecimentos, por nada. Li quase como se por cima, de tão superficial que tudo me pareceu.

Tem outra coisa que eu não gostei no livro. A história é bem fácil de ler, consegui ler em um dia só e não senti que estava pesada em nenhum momento. Mas, meu deus do céu, a narração sabe ser bem chata às vezes (quase constantemente). O livro é narrado de um jeito totalmente novo para mim, tão confuso que parece mesmo que está dentro da cabeça da Juliette. E isso incomoda um pouco, mas só pela falta de costume mesmo. O que me irritou de verdade foram as milhares de repetições (e olha que eu costumo gostar de narrador repetitivo para ênfase) e as metáforas exageradas e desnecessárias a cada duas linhas.

Sim, eu sei que parece que eu estou exagerando. Mas é sério. A cada duas linhas, tem uma metáfora exagerada, inapropriada, que muitas vezes quebra o clima do momento e faz tudo parecer uma fofoca boba. É bem tosco, na verdade. Se a autora tivesse decidido usar as metáforas para só alguns momentos, teria ficado mais especial. Do jeito que ela escreveu, eu só revirava os olhos quando aparecia a próxima e muitas vezes não fiz a menor questão de imaginar, questionar ou tentar encaixar no momento.

Outro detalhe da narração que me incomodou foi que muitas ações não eram completas. Por exemplo, a Juliette se sentava na cama e na próxima linha ela estava de pé, do outro lado do quarto, sendo empurrada contra a parede, sem nenhuma mínima explicação de como ela foi de uma ação para outra. Esse tipo de inconsistência aconteceu várias e várias vezes. Faltou revisão.

Agora, sobre os personagens. A Juliette parecia ter bastante potencial no começo, mas, como todos, ela é bem mutável, bem clichê de protagonista de distopia, sem qualquer personalidade especial ou diferenciada, mas super poderosa e linda a ponto de fazer todo mundo se apaixonar por ela. Revirando os olhos aqui.
O que mais me incomoda nela é que ela adora dizer que "não é uma brinquedo, não é uma boneca", mas não tem absolutamente nenhuma atitude. Nem mesmo quando ela é beijada pelo cara por quem ela se insta-apaixonou, ela não tem reação. Parece mesmo que ele está beijando uma boneca. Segundo a narração, ela não fez nada - além de ficar parada e deixar ele a beijar - até o terceiro beijo. Sofrido. Mais sofrido ainda como ela é jogada para todos os lados e não sabe tomar uma única decisão. Nunca vi uma personagem tão sem atitude.

O Adam é outra interrogação. De primeira, parece ser super bad boy. Depois ela dá a entender que ele é fofo, ele até fala algumas coisas que parecem indicar isso, mas não encaixa muito bem no jeito dele e nas atitudes, e vai nessa incoerência até o final.
E sobre o Warner, que todo mundo ama, preciso dizer que não existe nada que ele possa fazer nos próximos livros que perdoe ou compense a personalidade dele nesse. Sinto muito. Não sei o que a autora pode ter reservado para ele, mas se ele deixar de ser vilão, vai ser um erro tremendo. Ele foi completamente psicopata aqui.

Talvez esse livro nem mereça três estrelas, para falar a verdade. Resolvi dar essa nota, porque achei os momentos românticos bem descritivos e foi uma leitura relativamente agradável. Vou ler o próximo agora, em seguida, principalmente porque devo terminar em uns dois dias. Não é difícil ler livros mais superficiais.
1 pessoa achou isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

3,8 de 5 estrelas
3
R$35,25Frete GRÁTIS com o Amazon Prime