Avaliações dos clientes

4 de outubro de 2019
Ela é maravilhosa atriz, mas o livro é árido, poderia ser uma sequência de fichas técnicas, ou um enorme monólogo de agradecimento a um prêmio qualquer. Nomes, nomes e mais nomes, mais de 50./. da autobiografia, é uma sequência chatíssima e quase infindável de um rol de personalidades do meio artístico do universo de convivência de Fernanda. Faltou VIDA, e sobraram elogios, algumas observações reducionistas, pouca história, excesso de verniz e um endeusamento exagerado. Faltou Arlette. Talvez por se tratar de quase um mito, não digo que o seja, pois não acredito neles, acho que a expectativa era de uma biografia arrebatadora... mas passa longe disso. Espero que um dia façam uma biografia de verdade, dessa grande mulher e artista que sempre esteve a frente do seu tempo. Sua obra é maravilhosa para ficar retratada de forma tão frágil e como uma sucessão de fichas técnicas. O grande problema das autobiografias é a falta de distanciamento tão necessário para obra. Serve como um guia para a história do teatro brasileiro, mas mesmo assim superficial. A parte destinada a TV e ao cinema, muito frágeis e igualmente superficiais. Para uma Fernanda Montenegro, um enredo muito aquém de sua estatura e importância.
49 pessoas acharam isso útil
22 comentários Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
163 classificações de cliente
R$22,40