Avaliações dos clientes

10 PRINCIPAIS AVALIADORES
12 de dezembro de 2015
Faz tempo que li Decameron na versão completa, e, mesmo assim, não resisti à belíssima apresentação da Cosac Naify, com organização de Maurício Santana Dias. Dentre as cem novelas, dez foram selecionadas para a presente edição. O critério adotado foi a citação de algumas por críticos como E. Auerbach, Italo Calvino e Benedetto Groce; outras ficaram por conta do gosto pessoal do organizador. A leitura do mosaico escolhido permite entender que a prosa literária de Boccaccio se assemelha a um grande debate tendo por um lado a virtude e os vícios humanos, e, do outro, a fortuna. Os pecados do mundo, notadamente o adultério e a hipocrisia do clero são temas recorrentes em suas novelas. Boccaccio, assim como Dante na poesia, era um mestre absoluto em fazer a linguagem verbal se aproximar da expressão visual. Diferentemente de Dante, no entanto, os personagens de Boccaccio – com raras exceções – estão todos bem vivos, enquanto que em Dante a vida já se transformou em destino. Em suma, o fato de esta edição ser incompleta não tira o mérito de sua qualidade; não custa lembrar que a melhor tradução de Dom Quixote em língua portuguesa é a de Ferreira Gullar, e também não abrange toda a obra de Cervantes.
review imagereview imagereview imagereview image
63 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
79 classificações de cliente
R$54,90Frete GRÁTIS com o Amazon Prime