Avaliações dos clientes

12 de fevereiro de 2016
É o terceiro da trilogia dos Robôs e é ligado à série Fundação (aliás, vale a pena checar a cronologia das obras de Asimov, que acabam se interligando!). Aqui, é cada mais evidente a preocupação de Asimov com a necessidade do homem em ter um significado maior e vemos os primeiros passos da ciência mostrada em Fundação, que prevê os padrões comportamentais e planeja o futuro da humanidade.

Os três livros são estrelados pelo detetive Elijah Bailey e seu parceiro espacial, o robô Olivaw. A primeira história (As Cavernas de Aço) acontece na Terra, onde há um excesso de seres humanos e poucos robôs. A segunda história (O Sol Desvelado) ocorre em Solaria, onde há pouquíssimos seres humanos e muitos robôs. E o encerramento se dá em Aurora, onde há um suposto equilíbrio entre o número de robôs e de seres humanos. Há leis que governam o comportamento humano, assim como as Três Leis da Robótica governam o comportamento robótico.

Aqui, vemos o surpreendente crime que move a trama: um roboticídio! E é partir da seguinte premissa que a história se desenvolve: como é possível um robô ser assassinado, se a rigor ele nunca esteve vivo? A dualidade é evidente: é o robô um homem, visto que é dotado de inteligência, mesmo que artificial? É o homem um robô quando percebemos que muito da nossa vida é programada e como é previsível o nosso comportamento (essa última questão é um dos pontos chaves na obra)?

Vale a pena conferir!
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,5 de 5 estrelas
24
R$27,24