amazon-prime-video Baby Beauty Books eBooks Kindle eBooks Kindle Cloud Drive Photos Electronics fashion Fire TV Stick home_clean home_improvement home_kitchen Office Computers sports VideoGames wireless

Avaliações dos clientes

50 PRINCIPAIS AVALIADORES
16 de setembro de 2018
Não é à toa que ‘Flores para Algernon’ tornou-se uma leitura obrigatória em diversas escolas dos Estados Unidos. Esse é um daqueles livros que têm muito a ensinar, que contribuem para uma sociedade melhor. A obra aborda, com muita sensibilidade, as dificuldades enfrentadas pelos deficientes intelectuais. Porém, apesar de muitos avanços obtidos, será que a sociedade está apta a acolher todo tipo de deficiência? Oferecemos condições para que essas pessoas tenham uma vida digna? É preciso que muita coisa melhore, a sociedade precisa evoluir nesse sentido, aceitar melhor as diferenças, compreender o outro com mais empatia. Charlie Gordon, o protagonista, é um deficiente intelectual que passa por uma cirurgia revolucionária, capaz de tornar alguém mais inteligente (seu grande sonho). Conforme seu intelecto se desenvolve, ele passa a enxergar e a compreender todas as dificuldades pelas quais passou ao longo de sua vida. Charlie vê que a sociedade nem sempre aceita a deficiência, que as piadas maldosas existem e que falta um olhar mais humanizado. Daniel Keyes foi um autor muito inteligente e seu livro permanece muito atual, mesmo décadas após sua publicação original. Esse é um livro para se levar para a vida, uma leitura essencial, que deveria ser muito mais divulgada. Não perca tempo, conheça essa história, você não vai se arrepender. Uma obra que vai te fazer sorrir e chorar, e, ao final, você ficará muito satisfeito pela excelente experiência.

Edição muito bonita. Capa dura, miolo em papel Pólen Soft 80g/m², boa diagramação (a fonte poderia ser um pouco maior, mas nada que dificulte a leitura).

Ótimo trabalho de tradução, feito pela jovem escritora Luisa Geisler, que vem fazendo bastante sucesso com suas obras. ‘Flores para Algernon’ foi escrito em forma de relatórios de progresso; é Charlie Gordon escrevendo sobre suas mudanças para os pesquisadores. O leitor notará a transformação de Charlie na escrita desses relatórios. No começo há muitos erros de ortografia, parece algo escrito por uma criança aprendendo a escrever. Uma hora isso muda, a escrita do protagonista melhora muito, ficando perfeita, sem erros.

Um detalhe muito inteligente da parte do autor, que a tradutora adaptou muito bem ao Português.

Alan Martins, Blog Anatomia da Palavra
review imagereview imagereview imagereview imagereview imagereview image
9 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
110
R$28,76+ Frete GRÁTIS em pedidos enviados pela Amazon acima de R$ 99 em livros e games ou de R$ 149 em outros produtos.