Avaliações dos clientes

500 PRINCIPAIS AVALIADORES
27 de agosto de 2017
Se em A Ascensão da Sombra Jordan havia introduzido o tom político que sua série teria nos próximos livros, em As Chamas do Paraíso o autor apresenta a temática bélica da saga, descrevendo batalhas entre exércitos para a conquista de regiões que não se reclusam a aparecerem apenas no final do volume, como em casos anteriores, mas combates que inciam-se no meio da história como elementos necessários para o desenvolvimento da trama, e que serão importantes daqui para a frente. Se sob essa perspectiva de construção de mundo e criação de situações complicadas envolvendo diferentes elementos da série Jordan tem se mostrado extremamente criativo, o mesmo não pode ser dito sobre o desenvolvimento de alguns personagens. A constante repetição de características dos protagonistas, sobretudo aquelas que são o ponto mais fraco de suas personalidades, acaba por após alguns capítulos tornar-se cansativa ao leitor devido a inflexibilidade dessas figuras em mudarem de atitude. Como resultado, o escritor acaba por em momentos dar enfoque em partes que não domina tão bem, e passa por cima em trechos de elevada importância em que sua aptidão está em evidência. Tais deslizes, no entanto, não retiram a ainda gratificante leitura que o volume proporciona, delineando uma ideia que fica bastante clara na mente do leitor: a de que A Roda do Tempo ainda tem muito gás pela frente, mesmo após cinco volumes com mais de seiscentas páginas.
2 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

43 classificações de cliente{formattedReviewsCount} {totalReviews, plural, = 0 {avaliações de clientes} = 1 {avaliação de cliente} other {avaliações de clientes}}
4,5 de 5 estrelas
R$56,90Frete GRÁTIS com o Amazon Prime