Avaliações dos clientes

1000 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 4 de outubro de 2015
O livro poderia se chamar "diário de um niilista". É praticamente um auxílio ao suicídio. O autor escreve bem, mas não há como concordar com sua argumentação. Se ao menos fosse bem humorado, a leitura seria menos cansativa. Tem seus bons momentos, porém é difícil terminar de le-lo. Não consegui, li pouco mais da metade. Ainda assim, é melhor e mais realista que autoajuda. Se você precisa de um empurrão para se matar, leia. Se você ama a vida, leia algumas páginas só para conhecer o estilo inusitado do autor.
2 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,6 de 5 estrelas
4,6 de 5
23 classificações globais