Avaliações dos clientes

100 PRINCIPAIS AVALIADORES
14 de março de 2016
Isaac babel faz parte do grupo restrito de escritores que tem uma marca própria, como se com sua escrita estivesse inventando uma forma de narrar. Desenhando o avanço de tropas como Nos Contos da Cavalaria ou os retratos de sua infância como neste livro, ele consegue transformar o leitor num cúmplice. Cúmplice de um crime. Babel, filho prodígio da Revolução Soviética virou mais tarde uma de suas vítimas. Babel podia fugir para Paris quando já sabia que corria perigo de ser preso, mas optou por ficar na União Soviética. Tinha que viver o seu dia a dia em russo, o idioma que escrevia.Quando foi preso, diziam, escrevia seu primeiro romance. O fato de que suas últimas palavras no julgamento foram: "apenas peço que deixem terminar minha obra", reforça esta tese. Haveria um romance escondido escrito por ele? Manteria neste romance a força da escrita de seus contos? Enquanto não se descobre, temos que nos contentar com seus contos e peças de teatro. São poucos, mas de uma qualidade ímpar.
6 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,6 de 5 estrelas
8 classificações de cliente
5 estrelas
82%
4 estrelas 0% (0%) 0%
3 estrelas
18%
2 estrelas 0% (0%) 0%
1 estrela 0% (0%) 0%
R$18,41