Avaliações dos clientes

500 PRINCIPAIS AVALIADORES
10 de junho de 2019
"Nunca suponha. Questione tudo. Sempre enxergue além do óbvio.
Supomos coisas porque é mais fácil, mais preguiçoso. Isso nos impede de pensar demais. Geralmente sobre coisas que nos deixam desconfortáveis. Mas não pensar pode levar a mal-entendidos e, em alguns casos, a tragédias. "
Tudo começou em 1986, com uma brincadeira de crianças com desenhos de giz, até que o valentão da cidade morre afogado.
Na sequência, há um professor esquisito que se apaixona por uma menina que aparece morta em condições terríveis.
E tudo é contado 30 anos depois, por um daqueles meninos - agora um adulto, claro! - apavorado porque, depois de tanto tempo, acontece outro afogamento igualzinho ao antigo, só que com todos os indícios de um assassinato.
O detalhe é que todas essas mortes são descobertas por desenhos de bonecos de giz...
O livro é tenso do início ao fim, não dá para parar de ler!
Claro que, como sempre acontece nesse tipo de estória, há sempre uma incoerência ou outra na conclusão da trama. Mas livro de suspense é assim mesmo...
1 pessoa achou isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,4 de 5 estrelas
782 classificações de cliente
R$24,90