Avaliações dos clientes

11 de junho de 2017
Mulheres que foram dormir duas da manhã porque não conseguiram parar de ler esse livro me add.

Quinze Dias é tão gracinha, mas tão gracinha que eu tô sorrindo enquanto escrevo essa resenha. O livro relata esses quinze dias das férias de julho em que o Felipe é obrigado a passar com o seu vizinho, Caio, seu crush eterno e reluzente. Daí o Felipe vira a cara do desespero, porque ele é super ansioso, não consegue nem falar com o menino direito e não vai mais poder passar as férias vendo Netflix (uma grande tragédia, realmente).

O livro é narrado pelo próprio Felipe e, ó, eu acho que essa é a minha parte favorita sobre a obra. Tem uns livros em primeira pessoa que nem faria tanta diferença assim se a narração fosse em terceira, mas em Quinze Dias isso não só é importante, como também dá um tempero especial pra história. É muito fácil mergulhar (e rir muito) com o raciocínio do Felipe, entendendo cada vez mais como ele enxerga o mundo, suas inseguranças e medos. A escrita flui muito bem e é realmente muito difícil parar até pra beber água.

O Vitor tratou de tantos temas de uma forma tão delicada, mas sem deixar de dar a devida importância, o que me deixou muito, muito, muuuuuito satisfeita com o livro. As reflexões do Felipe sobre ser gordo (que dão uns quotes ótimo pra esfregar na cara de uns @ por aí), os forninhos que o Caio precisa segurar com sua mãe e até mesma essa representação incrível de um adolescente ansioso (sério, amei, muito relacionável) dão um toque importantíssimo pro livro e fazem de Quinze Dias um HINO DOS ROMANCINHOS FOFURA!!!

Gostei também de ver personagens não-brancos (porque né, sempre vou reclamar de histórias só com gente branca, rs), inclusive AMO MUITO A BECA E VOU PROTEGÊ-LA!
Também tô apaixonada pela Rita, quero ser ela quando eu crescer (seriam as quartas musicais é a melhor invenção dessa vida????). Na real, eu gostei muito de todos os personagens, porque estão todos muito bem caracterizados e AAAAAAAAA!!!

É sempre muito bom ver um livro assim que tem toda essa importância de representatividade e ainda por cima é BR!!!! Nada contra gringos (mentira, tenho várias coisas contra, rs), mas ler uma literatura jovem assim que representa pequenas coisinhas da nossa vivência como brasileiros deixa tudo mil vezes mais mágico, recomendo.

O livro é curto, a leitura é rápida, mas a história continua com você, esquentando seu coração por um bom tempo. Corre pra ler Quinze Dias, gente!
41 pessoas acharam isso útil
22 comentários Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
217 classificações de cliente
R$24,89Frete GRÁTIS com o Amazon Prime