amazon-prime-video Baby Beauty Books eBooks Kindle eBooks Kindle Cloud Drive Photos Electronics fashion Fire TV Stick LawnGarden home_improvement home_kitchen Office Computers toys videogames wireless

Avaliações dos clientes

10 PRINCIPAIS AVALIADORES
9 de julho de 2019
Dom Quixote é considerado por várias listas do tipo "melhores livros de todos os tempos", como o número 1.
Não é sem razão. Miguel de Cervantes não apenas revolucionou a maneira de se contar uma história, como criou personagens únicos, caricaturas de todos nós em vários personagens. O que dá título à trama, embora estando sem o seu melhor juízo, se mostra um homem com ideais legítimos acima de quaisquer necessidades próprias. Embora os inimigos e aventuras são apenas criações de sua cabeça, Dom Quixote é imbuído pelo sentimento de justiça, proteção aos mais fracos e cavalheirismo (que hoje, "chatamente", pode ser entendido como machismo).
Fiel à seus valores, não tergiversa sobre o que deve ser feito, custe o que custar.
À primeira vista, um lunático arranjando confusão. Olhando mais de perto, um grande homem que, se tem problemas na percepção da realidade, tem um senso de honra, lealdade e moralildade acima de qualquer outro personagem, dedicando-se integralmente a fazer o bem.
Por sua vez, seu ajudante, Sancho Pança, figura tão cômica quanto seu patrão, mas de modo diverso, não é movido pelos seus ideais morais, mas pela promessa de riqueza. Em tudo só enxerga o que pode ganhar e o tempo todo tenta evitar as confusões em que se mete seu mestre. Percebe a ausência de lucidez de Dom Quixote, mas ainda assim resolve segui-lo, desconfiado.
Mas também neste homem, suas qualidades aparecem depois de um exame mais atento: Vira mais um protetor de Dom Quixote que um auxiliar. De alma nobre, vemos que sua luta para ter dinheiro visa em primeiro e único lugar, o bem de sua esposa e de sua filha. Seus sonhos de riqueza sempre se voltam ao bem estar de sua família simples.
À primeira vista, um tagarela interesseiro, aproveitador e covarde. Olhando mais de perto, um homem que busca o melhor para sua família e se dedica com dedicação à servir Dom Quixote, a quem se afeiçoa irremediavalmente.

Juntos, a amizade que surge - embora Dom Quixote tente evitar que a relação ganhe realce de amizade - é das mais belas da literatura. E ambos são dos mais contundentes exemplos de amizade verdadeira.
Os demais personagens são secundários, mas vivem todos em nosso mundo, enquanto Dom Quixote e Sancho Pança tem seu próprio mundo.
Uma das técnicas utilizadas por Cervantes é a mesma milenarmente empregada em "As mil e uma noites" onde dentro da história principal há várias histórias secundárias.
Assim, vários dos novos personagens encontrados pelo caminho discorrem sobre suas aventuras, como que mini contos dentro do livro, o que explica a sua extensão.
Algumas dessas histórias me prenderam tanto a atenção que cheguei a esquecer até da história principal.
Resta ao final admiração à dupla, comoção pelo desenlace e aquele sentimento, ao fechar o livro, que não é exagero dizer que se leu uma das maiores e melhores obra da humanidade. Com um sorriso de satisfação no canto da boca.
2 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,5 de 5 estrelas
15
R$71,05+ Frete GRÁTIS em pedidos enviados pela Amazon acima de R$ 99 em livros ou R$ 149 em outros produtos.