Avaliações dos clientes

15 de maio de 2016
Agora já temos uma Izabel Allende em nossa literatura. Uma belíssima estréia, mas nem tão estréia assim para quem conhece o texto e, principalmente, as crônicas da jornalista Martha Batalha. Construção primorosa, embora com ares despretensiosos, dos personagens. Cada um deles, Antenor, Guida, o português Manuel e sua mulher dona Ana, Marcos, Filomena e todos os outros que têm suas histórias contadas, ora no presente ora em ricos "flashbacks", são embriões de novos romances claramente esboçados. Ambientado no Rio de Janeiro das primeiras décadas do século XX, nos bairros da Tijuca, Santa Teresa, Rio Comprido, o romance contém, não obstante, todas as características de universalidade que o tornam absorvente, ao mesmo tempo lírico, trivial e dramático. "A Vida Invisível de Eurídice Gusmão" será igualmente interessante e verdadeira em uma pequena cidade do oeste americano, em uma vila européia ou em um vilarejo da China. Não é surpreendente, portanto, que seus direitos já tenham sido vendidos para, ao que sei, mais de dez países e para o cinema. Parabéns, Martha, pela belíssima estréia.
12 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
149 classificações de cliente
R$13,95