amazon-prime-video Baby Beauty Books Novo Kindle Paperwhite eBooks Kindle Cloud Drive Photos Electronics fashion Fire TV Stick home_clean home_improvement home_kitchen Office PC sports VideoGames wireless

Avaliações dos clientes

50 PRINCIPAIS AVALIADORES
22 de dezembro de 2016
Não há dúvida: as melhores, mais bem inventadas, mais complexas, mais informativas, mais engraçadas e mais bem desenhadas histórias dos patos são as de Carl Barks!

Bom, e quem é Carl Barks? Chamado por Will Eisner de “o Andersen dos quadrinhos”, foi um roteirista e desenhista de quadrinhos dos Estúdios Disney, criador de alguns dos melhores ou mais importantes personagens do universo dos patos:

– a cidade de Patópolis (Duckburg)
– Tio Patinhas (Scrooge McDuck), 1947
– Gastão (Gladstone Gander), 1948
– os Irmãos Metralha (the Beagle Boys), 1951
– os Escoteiros Mirins (The Junior Woodchucks), 1951
– Professor Pardal (Gyro Gearloose), 1952
– Maga Patalógika (Magica de Spell), 1961

Seu estilo detalhado e de muita qualidade tornou-se inconfundível e sinônimo das melhores histórias dos patos. Aliados aos excepcionais desenhos, seus roteiros eram bastante sofisticados e incluíam informações sobre países, indústria, lendas, mitologia grega, nórdica, etc. Ouvi falar pela primeira vez de pássaro Roca, harpias, o anel dos nibelungos, valquírias e muito mais em Carl Barks.

Barks introduzia muito de seu próprio temperamento e experiência em suas histórias. Ele cita como uma de suas favoritas “Omelet”, de novembro de 1952, em que Donald conta uma série de desastres que ocorreram quando ele teve uma fazenda de criação de galinhas. Esta preferência vem possivelmente de ter o próprio Barks também tentado uma incursão no negócio de frangos. Esta história é absurdamente engraçada, ríamos às gargalhadas ao lê-la quando crianças!

Barks começou a desenhar o Pato Donald logo no início. Como roteirista e artista ou somente como roteirista, ficou por várias décadas por conta dos patos Disney e, em seu período final, concentrou-se em roteirizar os Escoteiros Mirins, desenhados também por outros artistas, também presentes nesta coletãnea.

Atração à parte nas histórias de Donald, Tio Patinhas, etc., os Escoteiros Mirins eram sempre espertos, sabidos e experientes. Quando se deparavam com uma situação incrivelmente difícil, achavam uma saída consultando o “Manual do Escoteiro”, um livrinho quase mágico, por ter respostas para quase qualquer coisa, incluindo as mais impossíveis!

Os Escoteiros Mirins eram divididos em tropas existentes no mundo todo e os sobrinhos de Donald às vezes recorriam a alguma delas. Uma organização bastante parecida com os escoteiros reais, que existem em todo o mundo e foram criados com inspiração militar por Baden Powell, um militar inglês. Seu conhecimento e ligação com a natureza eram uma espécie de precursores de uma visão ambientalista, mais uma das interessantes facetas de Carl Barks.

Quem era escoteiro só podia achar as histórias ótimas! Quem não era, por ser muito pequeno, como um de meus irmãos, queria ser! Até que um dia a Editora Abriil resolveu publicar um “Manual do escoteiro”. Mas esta é outra história.

O nome original em inglês dos Escoteiros Mirins era “The Junior Woodchucks”, que, se traduzido ao pé da letra, seria os Marmotinhas ou algo parecido. Fazia sentido, afinal os escoteiros reais de menos idade são os “Lobinhos”. Mas “Marmotinhas”, de fato, não daria certo no Brasil. A escolha alternativa que terminou consagrada foi boa.

São 29 histórias ao todo, 28 com roteiro de Carl Barks. Quanto à arte, nas primeiras sete histórias é de Carl Barks, em uma é de Kay Wright e, em todas as demais, é do holandês Daan Jippes. A exceção é a última história, que tem roteiro e arte de Don Rosa.

Algumas das antigas histórias de Carl Barks eu li quando saíram no Brasil nos anos 60. Outras, mesmo as mais antigas, quando saíram republicadas aqui algumas vezes. Portanto, esta coletânea é também uma recordação para crianças que liam quadrinhos Disney nos anos 50 a 70. E uma boa amostra das histórias dos anos 1990 e 2000.

> Autor: Carl Barks (1901 – 2000)

MAIS patos por Carl Barks:

Contos de Natal *** R

Escoteiros Mirins *** R

>>> *** R – Já resenhado por mim. Para ler minha resenha, role a página do livro até que ela apareça.
Em livros com muitas resenhas, pode ser necessário clicar em “Veja todas as avaliações do cliente (mais recente primeiro)” e depois rolar.
19 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
24
R$28,90+ Frete GRÁTIS em pedidos enviados pela Amazon acima de R$ 99 em livros e games ou de R$ 149 em outros produtos.