Avaliações dos clientes

28 de maio de 2013
"A Mocinha do Mercado Central" recebeu o Prêmio Jabuti como "Melhor Livro de Ficção" em 2012. Pela primeira vez, um livro infantojuvenil recebeu essa honraria e sem dúvida, para uma leitora voraz, não há como resistir à tamanha a novidade e posso garantir que também me senti premiada com sua leitura...

Escrever para o público adolescente é tarefa árdua. Tratar do assunto, sem cair no óbvio e acabar dando lição de moral é um desafio e a maneira como Stella Maris Rezende enfrenta e supera o risco, é a razão de seu merecido sucesso. Sem modismos, num delicioso "minerês" e com extrema delicadeza, ela ocupa uma posição de destaque na literatura contemporânea brasileira.

Aqui, é contada a história de Maria Campos, uma adolescente dona de múltiplas personalidades surgidas na busca de sua própria identidade, a fim de tentar entender melhor a sua vida. Cada faceta é regida por um nome diferente (Zoraida, Teresa, Nídia,...) cujo significado ela aprendeu com Valentina Vitória, a vizinha e amiga inspiradora dessa aventura. Cada personalidade ao ser vivida é incorporda as demais e a própria Maria, formando um único conjunto, ao contrário do que acontece com os heterônimos de Fernando Pessoa, onde todos possuem vida independente com direito a nome, sobrenome, aspecto físico e personalidades diferentes.

Maria é atrevida, sai sem destino pelo mundo e em sua trajetória enlaça sem pudores, sonho e realidade, passado, presente e futuro. Viaja no tempo e no espaço, passeia pela imaginação e invade o sobrenatural. Desconhece todos os limites, "mexe e remexe", tudo isso "junto e misturado", provando que "um sonho é também uma boa prática" e desse jeito, "a vida terá sido simplesmente mágica".

A maneira como a autora conduz a narrativa, atesta sua criatividade e particularmente muito me agrada. "A Mocinha do Mercado Central" é um romance que descreve a evolução da protagonista, assim como também é uma sequência de contos, onde cada um se desenrola nas diferentes cidades por onde ela passa.

O livro é ilustrado por Laurent Cardon e ouvi muitos elogios ao seu trabalho. Como li a versão eletrônica, não tenho como opinar quanto a esse aspecto, o que é uma pena...

Vale registrar também, a participação especial do ator Selton Mello que não só faz a apresentação, como aparece na história: Maria é sua fã e encontra-se com ele numa confeitaria em Capacabana.

Sentindo "cheiro de café e biscoito de queijo", deixo meus parabéns a Stella de quem sou uma nova fã!

Nota: Esse livro acaba de receber o selo de "Altamente Recomendável" pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.
6 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
10
R$20,90