Avaliações dos clientes

8 de novembro de 2016
Lançado postumamente, este livro certamente agradará tanto os novos quanto os assíduos leitores de Galeano. Os micro-contos enfatizam o tom de despedida, a doença que o autor vinha sofrendo, mas também tratam de temas caros ao autor: sua terra, sua gente, curiosidades locais e gerais, apesar do momento em que vivia o autor não ser agradável o livro não deixa de ser curioso e muitas vezes divertido. A segunda parte do livro contém histórias mais dispersas e curtinhas, não menos interessantes. Torço para que a família do autor encontre e permita a publicação de novos textos (muitos ainda inéditos no Brasil) e que sejam disponibilizadas as reedições de seus livros, porque as histórias (e seus outros livros de contos, crônicas sobre a história da América Latina e conhecimentos gerais, com profundo embasamento bibliográfico, ao contrário de certos ''autores politicamente corretos'' nacionais) dão a entender que ele não parava mesmo quando estava muito triste e doente. Os adeptos do diversionismo e do revisionismo político brasileiro odeiam autores contrários ao sistema caduco (independente do teor caduco ou direção caduca), por mais que nem sempre esses autores acertem em suas opiniões, e devem ser livres para errar, eles são necessários. Galeano é um desses autores. E ele é sempre necessário.
5 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,9 de 5 estrelas
9 classificações de cliente
5 estrelas
85%
4 estrelas
15%
3 estrelas 0% (0%) 0%
2 estrelas 0% (0%) 0%
1 estrela 0% (0%) 0%
R$26,50