amazon-prime-video Baby Beauty Books Novo Kindle Paperwhite eBooks Kindle Cloud Drive Photos Electronics fashion Fire TV Stick home_improvement home_kitchen Office PC sports videogames wireless

Avaliações dos clientes

10 de julho de 2013
"A Comédia os Erros" é uma farsa (comédia de costumes) que foi inspirada num texto clássico: "Os Gêmeos", de Plauto. É considerada por alguns estudiosos como a primeira peça escrita por William Shakespeare e sua estreia deve ter ocorrido em 1594, no entanto, não há comprovação ou consenso sobre essa afirmativa.

Curta e engraçada, trata-se de uma improvável e bem armada confusão. Nela, é contada a história de dois gêmeos idênticos que, separados ao nascer por conta de um naufrágio, receberam o mesmo nome. Se não bastasse, há ainda outro par na mesmíssima situação, que são seus criados.

Essa balbúrdia vai de vento em popa, as duas duplas se reúnem alternadamente, nunca juntas, cada vez com uma esposa (ou candidata), vizinho, amigo, ou credor e nesse entra e sai, é preciso ficar atento a leitura. Uma vez iniciada, aconselho não interrompê-la, pois não é difícil acabar perdido na história, tendo que voltar e reler o texto.

Possuindo pontos em comum com "Noite de Reis" e "A Tempestade", "A Comédia dos Erros" não deve ser tratada como mero entretenimento, a medida que critica à rígida hierarquia social, o desnível econômico e o papel secundário da mulher nesse contexto. Discute também honra e justiça, ciúme e casamento, autoridade e compaixão, tendo como fulcro a questão identitária.

De erro em erro, engano atrás de engano, a peça se encaminha para um final feliz e com mal entendidos superados, só resta uma constelação de reluzentes estrelas para coroá-la.

"As mais belas jóias, sem defeito, com o uso o encanto perdem." (Adriana, Ato II, Cena I)
4 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
6
R$1,99