Amazon Prime Video Books eBooks eBooks Kindle Kindle Direct Publishing Kindle Paperwhite Cloud Drive Photos Eletronicos Fire TV Stick Kitchen Informática Videogame Celular



em 4 de abril de 2017
Ele mostra uma outra visão sobre o que acontece ao longo dos anos em um casamento. O desgaste e a mulher tentando se encontrar novamente.
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 2 de novembro de 2017
Primeira coisa que devo falar é que é um conto para maiores de 18 anos, pois tem trechos bem descritivos de sexo.
A segunda coisa é que leia com a mente aberta e sem preconceito, afinal a protagonista é uma mulher casada que procurasse libertar por apenas um dia e ter momentos de prazer e felicidade. Mesmo que nossos preceitos não aceitem a traição, o conto é tão envolvente e libertador para a protagonista que nem percebemos o que de fato ela está fazendo, mostra apenas o quanto ela descobriu uma nova possibilidade de se satisfazer e sentir prazer...
A autora tem uma maneira própria de descrever os trechos de sexo e as formas de prazer que acabam envolvendo o leitor nos trechos íntimos e nos sentimentos e pensamentos da protagonista, em certos momentos é até engraçado ler seus pensamentos...
Se é um leitor adepto aos contos eróticos, se jogue nesse, porque vale a pena a leitura.
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 27 de maio de 2014
Quem nunca desejou chutar o balde e prender a censura interna no banheiro da empregada, que atire a primeira pedra. É sobre isso que o texto fala. De desejos, de ruptura com o comodismo, de arrancar coragem para viver pra valer. De dar vazão ao grito por uma mente liberta. Porque a mente limitada antecede a vida limitada.

O conto acompanha o dia de uma mulher infeliz no trabalho, na família e no amor. Dá pistas de como ela está esgotada em ter se colocado sempre em segundo plano, se submetendo aos outros como se isso fosse o natural a fazer. E enquanto seguia o manual, o tempo foi levando seus sonhos e deixando um buraco oco e sem perspectivas em seu peito.

Daí que resolve virar a mesa e fazer tudo diferente. Livrar-se das correntes que ela mesma prendeu em seus pés. Acorda como se fosse só. Despreocupa-se com filhos e marido. E por um desses acasos do destino acaba o dia na cama com o personal trainer da academia que pouco frequentou. No sexo encontra sua libertação. Experimenta dar vazão aos sentimentos que havia trancado no baú. Com toda intensidade que julga merecer. Pela primeira vez é a protagonista.

Isso quer dizer que acredito que o sexo é o remédio para a frustração do mundo? Não. Isso quer dizer que concordo com a traição dela? Também, não. Apenas que tudo isso não é o mais importante. O recorte dessa vida desiludida é mais do que isso. Está nas entrelinhas.

O sexo nesse contexto representa a catarse, a linha que a segurava no piloto automático, enfim, rompeu. Um dia de fúria, ops, luxúria. Podia ter sido outra a escolha/protesto dela. Sim podia. Mas não foi. Talvez outro rumo não tivesse sido tão explosivo e intenso aos olhos do leitor. Capaz de tornar visível o desgoverno que ela anseava. O sexo tem esse poder.

E sabe do que mais? Ganhamos duplamente. Uma reflexão bem humorada sobre o que andamos escondendo em baixo do tapete por anos a fio e um texto erótico bem escrito e capaz de nos fazer desejar frequentar uma academia o quanto antes.
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 22 de março de 2014
O que mais me surpreendeu nesse conto foi a forma divertida e despretensiosa de escrever da autora. Sou apaixonada por ironia e sarcasmo e quando junta isso em um E-conto erótico fica melhor ainda! Imagina a personagem tirar sarro da sua própria vida, mas sem perder a linha e acima de tudo sentir um puta prazer!? Não digo que é certo o que a personagem do conto faz, mas dada as circunstâncias da sua 'nada e justa vida' tirar um dia de folga de tudo e todos não fez mal a ninguém e a levantou a auto-estima. Hipócrita eu seria se não admitisse que nunca quis jogar tudo para o alto e cair no mundo! Quem nunca pensou em fazer uma loucura, seja ela qual for, que atire a primeira pedra! E nesse conto Josy nos mostra que devemos nos cuidar, nos amar e priorizar nossos desejos, mesmo casada e com filhos para criar. É claro que você não deve sair por aí traindo seu marido, mas deve nele buscar o amante perfeito para os seus mais obscuros desejos. Mega indico a leitura. Ri muito com a personagem e de agora em diante acho que vou freqüentar mais a academia! - Risos
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 3 de novembro de 2017
É uma leitura bem fluída e divertida, principalmente na meneira como a personagem descreve o seu cotidino. Sem contar que é uma leitura fluída e agradável.
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 3 de novembro de 2017
Eu gostei de tudo: capa, título, sinopse e história. Só não gostei de ser um conto, pois acaba muito rápido. Autora está de parabéns.
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 27 de julho de 2013
UAU!!! Apesar de ser um conto erótico, Josy desenvolveu uma escrita agradável, sutil e bem colocada nestas poucas e inesquecíveis páginas. Tinha a sensação de que poderia ser uma confissão apimentada de uma amiga sobre um momento arrebatador e que deixaria em êxtase qualquer mulher casada que tenha filhos e que trabalha fora. Mais que um parque de diversões, trata-se quase de um sonho deconsumo para nós, meras mortais. Amei e estou suspirando até agora!!!
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 6 de novembro de 2017
Que delícia Josy, ela levantou e achou um príncipe de verdade pra ela se sentir bem.
Adorei muito 😘👌 💓😍😍😍
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 19 de agosto de 2014
Além de um texto erótico empolgante, objetivo e interessante encontrei um texto que sugere reflexões sobre a vida que desejamos e a que temos. Todos nós precisamos ter consciência do que queremos e lutar por isso. Para ser mais forte que a rotina é preciso ser criativo e determinado.

Leiam mais da minha opinião no meu blog: Leituras, vida e paixões!!!!
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso
em 5 de setembro de 2013
Josy Stoque nos apresenta uma dona de casa que numa bela manhã decide "revolucionar" seu dia, retomando o controle de sua vida.
Estória engraçada e sensual, cujas opiniões da personagem sobre seu cotidiano e a experiência que vive com o personal trainer gostosão me fizeram rir muito!
Rápido(leia-se:É UM CONTO)e gostoso de ler!
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você?SimNãoInformar abuso


Precisa do serviços de atendimento ao cliente? Clique aqui