amazon-prime-video Books eBooks Kindle eBooks Kindle Prêmio Livro Reportagem Novo Kindle Oasis Cloud Drive Photos electronics Fire TV Stick home_improvement home_kitchen Office PC VideoGames wireless



em 31 de dezembro de 2015
(…) Se você acha que algo está errado, fale.

Você não está sozinho.

Não é sua culpa.

Existe ajuda para você.”

Por lugares incríveis foi minha última leitura de 2015. E não poderia ser melhor.

Confesso que sou apaixonada por capas.
Não li a sinopse, nem resenhas, nada sobre o livro. Comecei a ler Por lugares incríveis apenas pela curiosidade que a capa me causou. E tive uma grata surpresa.

Finch é um adolescente obcecado por maneiras de suicídio.
Lidar com a vida não é fácil. Na escola é conhecido como aberração. É rejeitado e alvo de piadas e fofocas entre os alunos. Em casa a situação não é diferente. O casamento dos seus pais chegou ao fim, sua mãe passa a maior parte do dia a trabalhar e o pai não desempenha seu papel de pai na vida de Finch e das suas irmãs.

Violet perdeu sua irmã em um acidente de carro. Carrega dentro de si a culpa por ter escolhido um caminho que custou a vida de Eleanor. As tentativas de viver após o acidente são falhas.

No alto da torre do sino do colégio Finch e Violet desejam por fim aos seus sofrimentos.
Finch deixa de lado os planos daquele dia ao reparar que no outro lado da da torre há alguém. Ele a salva.
Porém a informação é passada de maneira retorcida nos corredores da escola, mas nem Finch, tão pouco Violet tentam desmentir as fofocas.

Um trabalho de geografia liga os adolescentes. A atividade consiste em conhecer lugares importantes de Indiana. A aproximação é inevitável.
Finch consegue aos poucos trazer Violet a vida, porém aos bocados é aterrado por seu mar de dilemas, por seu espiral de pensamentos confusos.

Por lugares incríveis é narrado sob o ponto de vista de Finch e Violet. É baseado em fatos reais, vivenciados pela autora.

A escrita da Jennifer é cativante e inteligente. Carregada de boas tiradas, belíssimas citações da Virginia Woolf, As crônicas de Nárnia, dentre outras, em um momento ímpar que me fez suspirar.

Por lugares incríveis nos leva a refletir em assuntos que muitas vezes menosprezamos.
Por vezes estamos tão acostumados com as pessoas ao nosso lado que não conseguimos mais prestar a atenção em certas mudanças.
Pensamos que vai tudo bem quando na verdade tudo está uma bagunça.

“Você me faz especial, e Deus sabe o quanto esperei pra ser o tipo de cara que se quer por perto.
Você me fez te amar, e essa deve ser a maior coisa que meu coração já foi digno de fazer…”

Outras vezes estamos tão preocupados com as situações do dia a dia ou até mesmo com futilidade que esquecemos das coisas que realmente valem a pena, as pessoas a nossa volta. De sorrir, de oferecer um abraço caloroso, de soltar um Te amo sem qualquer obrigação. De palavras pequenas como Obrigada, bom dia, você é especial. Daquele telefone inesperado "Você é importante." Palavras e ações que são capazes de mudar um dia, um mês, um ano, toda uma vida.

O impacto deste livro em minha vida foi grande.
Quero rever meus conceitos, quero estar perto de quem amo com mais frequência.
Quero viver e conhecer lugares incríveis.

Nenhuma palavra seria capaz de descrever tamanho amor que tenho por este livro.

Obrigada Finch por me ensinar que " O que importa são as pequenas coisas."

Obrigada Violet por me fazer entender que “ Que o que importa não é o que a gente leva, mas o que a gente deixa."

Obrigada Jennifer por me fazer lembrar que não estou só!

"Você é todas as cores em uma, em pleno brilho."

Recomendadíssimo!
29 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 22 de dezembro de 2017
Apesar da autora ter desenvolvido o personagem de Fitch muito melhor do que fez com Violet, não pude deixar de dar 5 estrelas pra essa obra maravilhosa.
Por lugares incríveis me levou pra lugares incríveis e pra idéias inspiradoras, mas como todo livro marcante, também me levou aos prantos. Esse romance é, de longe, um dos que mais fez meu coração pulsar e eu não poderia ter amado mais.
Recomendadíssimo
4 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 4 de março de 2016
Apesar da capa brasileira remeter à infância, com os bloquinhos de madeira, Por Lugares Incríveis vai tocar em assuntos muitas vezes considerados tabus, como depressão e impulsos suicidas. O livro conta a história de Finch e Violet, que estudam na mesma escola mas fazem parte de dois grupos totalmente diferentes. Apesar de parecer que não tem nada a ver um com o outro, os dois acabam se encontrando de uma maneira bem inusitada: no topo da torre da escola, olhando para baixo e contemplando como seria morrer.

A partir daí, um elo parece ter se formado entre os dois. Finch vê em Violet a possibilidade de poder ser ele mesmo, de alguém para quem poderá contar segredos obscuros sem ser julgado ou chamado de maluco. Graças a um projeto para a aula de geografia, os dois passam mais tempo juntos, visitando locais incríveis de seu estado.

Logo, Violet também começa a entender que a amizade com Finch é algo que a ajuda a lutar contra seus próprios medos. Desde um acidente de carro onde perdeu a irmã mais velha, ela se sente pouco a pouco morrendo por dentro: não anda mais de carro, não escreve mais (algo que amava fazer) e se sente cada vez mais sozinha. Finch a ajuda a sair um pouco de sua bolha, a experimentar novamente novas sensações.

A história de Finch e Violet é uma história de superação, mas também mostra que os rótulos que normalmente colocamos nas pessoas à nossa volta podem ser extremamente prejudiciais, já que nunca sabemos exatamente pelo que o outro está passando. Por Lugares Incríveis põe à prova essa mania ridícula que nós temos de julgar e ainda mostra a importância do apoio familiar, principalmente em oferecer ajuda e não ignorar sinais.

O livro traz muitas lições e conforme nos apaixonamos pela complexidade de Finch e Violet, conseguimos entender um pouco melhor, talvez, que nem tudo é preto e branco. O enredo com certeza nos leva à lugares incríveis, mesmo que não sejam pontos turísticos e sim, locais onde aprendemos um pouco mais sobre a natureza humana.

(resenha publicada no blog PequenosRetalhos.com)
5 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
1000 PRINCIPAIS AVALIADORESem 1 de junho de 2018
Apesar de alguns lugares o classificarem como romance, ficção, eu classificaria como drama, vida real. Se trata de um estilo Young Adult, narrado em primeira pessoa e com capítulos intercalados entre os personagens Violet e Finch (o que nos faz conhecer mais detalhadamente cada fragmento sombrio de cada um dos personagens e entender de certo modo a atitude dos mesmos).
"Por Lugares Incríveis" conta a história de Theodore Finch e Violet Market, dois jovens com tendências suicidas que acabam encontrando um no outro a vontade de viver.
No livro são abordados temas complexos como depressão, bullyng, transtorno bipolar, negligência familiar e suicídio, porém trazidos numa narrativa poética, melancólica, envolvente, reflexiva e tocante. De início se tem a idéia de uma história clichê, mas no fim vemos um desenrolar surpreendente, seguindo um caminho dolorosamente real, mostrando as nuances emocionais existentes na mente humana, sobre a dor de não encontrar alívio em nada além da morte.
Visto que hoje em dia (infelizmente) tem crescido (e muito!!), os casos de suicídio (principalmente entre os jovens), a autora fez uma obra de suma importância, pois nos abre os olhos quanto à necessidade de se buscar ajuda e de falar sobre aquilo que se sente, da importância de procurar entender o porquê de determinados comportamentos das pessoas/filhos, de não enxergar a depressão como uma frescura, mas sim uma doença (apensar de que, na narrativa, a doença deles não é diagnosticada, pois eles fogem de rótulos, ou seja, fogem do apoio médico), entre outros aspectos.
É uma leitura que super indico, que flui bem e espero que quem se aventurar também a ler goste e tenha em mente que devemos valorizar a vida e que o suicídio não é a solução!
|0Comentar|Informar abuso
em 18 de agosto de 2017
Poucos livros que li me proporcionaram a mesma sensação, e esse, bem, eu posso dizer que minha maneira de ver algumas coisas mudaram, a vida parece ter mais significado depois dessa leitura. Emocionante do início ao fim ele não me decepcionou em nenhum momento, mesmo com as lágrimas tenho certeza de que não poderia ser escrito de outra forma. Recomendo de coração, que muitos se apaixonem por Violet e Finch assim como eu!
2 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 31 de maio de 2018
Esse livro é muito interessante, tem uma leitura fluida, personagens bem construídos e uma temática muito importante. A maioria dos livros que abordam depressão na adolescência retraram adultos despreparados para lidar com a situação, esse não foge a regra, paz os adolescentes parecerem estar em uma bolha onde ninguém entende eles. Ao final do livro temos dois rumos e entendemos a importância de se pedir ajuda, de falar, de não se sentir sozinho. É um livro pesado, mas é escrito de maneira doce, você mal percebe que esta entrando nesse drama e pelo menos eu queria lutar junto com os personagens, queria estar la pra para ajuda-los a enfrentar os medos.
|0Comentar|Informar abuso
em 9 de março de 2018
Primeiramente queria começar dizendo que, se você tem tendências suicidas, teve ou tem depressão, ansiedade ou qualquer outro transtorno psicológico, talvez essa não seja a melhor leitura.

A escritora, Jennifer, tem uma forma de te guiar pela leitura incrível, a cada página ela te prende mais e mais.
Violet, a garota principal, é a menina popular do colégio, mas que passa por uma época difícil e que a leva para a depressão. Finch é o personagem mais carismático, engraçado, sarcástico, atencioso em seus detalhes... Mas por outro lado, ele tem um lado obscuro que esconde de todo mundo.

Vale a pena a leitura ! Mas fique preparado para um livro leve no começo, mas com uma proposta densa. Ele vai te fazer pensar, chorar e repensar muitos paradigmas que temos sobre depressão, doenças psicológicas e estereótipos.
|0Comentar|Informar abuso
em 17 de junho de 2018
Aquele livro que mexe com você durante e após o término da leitura. A todo momento, minha vontade era de entrar dentro do livro e abraçar o Finch! Desenvolvi uma empatia muito grande por ele, impossível não se apaixonar! Tal fato pode ser justificado pelo fato do personagem ser mais bem desenvolvido do que Violet, o que não tira o valor e importância dela na obra. Por fim, apesar de ser um livro com personagens fictícios, a história narrada ali, principalmente por Finch, é real! Evidenciando a necessidade de se falar mais abertamente sobre temáticas em torno do suicídio, transtornos mentais, bullying, e principalmente: empatia!
|0Comentar|Informar abuso
em 2 de maio de 2018
De inicio não te prende tanto,mas não desista da leitura,pois fala de algo que deveríamos ser mais atentos principalmente quando se tem filhos adolescente.
Curti muito,não foi o final que eu queria mais foi um final pra nós alertar.
Recomendo
|0Comentar|Informar abuso
em 7 de maio de 2015
Considero que este livro não é para todo mundo.
As pessoas com histórico de ansiedade/depressão/pânico/bipolar ou em pessoas próximas devem procurar lê-lo e, com certeza, vão se identificar.
Chega um determinado ponto do livro que eu precisei interromper a leitura, porque me comovia que até me paralisava, me deixou triste e melancólica até, mas isso vem do meu próprio histórico, não que vá acontecer com todo mundo que ler.
Gostei do livro por nos levar à reflexão sem ser muito piegas, nem muito clichê.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso

Os clientes também visualizaram estes itens:

A lista negra
R$17,91
Eleanor & Park
R$19,98
Amor amargo
R$17,91
Mentirosos
R$19,90

Precisa do serviços de atendimento ao cliente? Clique aqui