amazon-prime-video Books eBooks Kindle eBooks Kindle Prêmio Kindle de Literatura Novo Kindle Oasis Cloud Drive Photos electronics Fire TV Stick home_improvement home_kitchen Office Computers VideoGames wireless



em 26 de junho de 2017
Excelente livro que mostra muito da nossa história política desde o descobrimento até a Era PT.
No decorrer dos capítulos nos é mostrado os princípios econômicos que guiaram a construação do nosso país e como a dependência estatal é algo histórico e que foi crescendo cada vez mais após o golpe que proclamou a república em 1889 e expulsou a Família Real que apesar de seus defeitos ainda assim são a melhor opção de governo que o Brasil já teve.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 21 de novembro de 2017
Neste livro o autor descreve como a história política foi construida no Brasil. O interessante é que diversos autores e pensadores brasileiros e portugueses são referências, fato que comprova nosso amadurecimento. Dos fatos apresentados os mais intrigantes são a carta de Caminha que solicita "ajuda" ou busca certo privilégio junto ao Rei e os dois condenados deixados para aprender sobre o Brasil, é claro que a analogia de José Genuíno e José Dirceu é perfeita. Mostra como a atuação de Pombal, um iluminista, ajudou ainda mais a fortalecer o patrimonialismo e a centralização de poder. Fala sobre o período imperial e a ruptura de uma tradição política na Proclamação da República. Continua descrevendo nosso perfil de acreditar no Estado e seus heróis de Vargas a Lula, claro que o patrimonialismo e toda centralização favorecem essa contextualização, pois diferente de um pensamento de Tocqueville, brasileiro espera o Governo para tudo, até para intervir no futebol depois do 7 x 1. Para quem tem dúvidas sobre o livro o Felipe Moura Brasil fez uma entrevista com o autor no "O Antagonista", foi bem interessante e o livro é comentado diversas vezes.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
50 PRINCIPAIS AVALIADORESem 23 de julho de 2018
Estou para dizer que esse livro me ensinou mais sobre a história política do Brasil do que meus 3 anos no ensino médio..

Sobre a obra, o autor conta a historia do brasil em um recorte especifico, intervencionista do poder politico ao longo da nossa história. Ou seja, tenta explicar como esse intervencionismo criou uma cultura onde a população vê o Estado como o grande provedor. Para tal, é feito um apanhado histórico sobre a nossa política, abrangendo desde a época do nosso descobrimento (Império), passando pelos presidentes pós proclamação da República, Regime Militar, terminando no Governo Dilma . Sobre esse ponto me vem a seguinte reflexão: não tivemos ao longo de toda a nossa história nenhum presidente que prestasse? Porque na visão do autor, foi um pior do que o outro.

Um ponto positivo que merece destaque é a história contada sobre o Barão de Mauá, um empreendedor visionário, que devido ao costume do Imperador da época de demonizar os Self-Made, perdeu toda a sua fortuna em um golpe do governo. Porém, anos depois, conseguiu recuperá-l e morreu rico.

Já no capítulo final, o autor traz importantes reflexões e conclusões:
- A educação do nosso povo seria o caminho mais viável para o país se livrar da cultura Estatista. Mas não qualquer educação, já que existe a possibilidade da doutrinação intervencionista dentro das Universidades.
- Se alimentarmos a crença de que a política é um lugar de pessoas ruins e nos omitirmos para buscar melhorias, as coisas não irão mudar.

*Não dei 5 estrela pois achei que o autor, ao contrário de suas entrevistas, foi muito pouco didático no decorrer da obra. Faltou uma certa habilidade para descomplicar diversos assuntos, algo que ele com certeza irá adquirir em suas demais obras.
|0Comentar|Informar abuso
em 11 de junho de 2015
Ótima obra. Uma passagem pela história brasileira com destaque para os momentos-chave que explicam o paradoxo do título, bem como uma perspectiva para sua superação.
12 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
50 PRINCIPAIS AVALIADORESem 25 de maio de 2016
Claro que não é uma obra rigorosamente acadêmica, mas traz uma pesquisa rica sobre história do Brasil. Muito, muito interessante! A história vai contada com talento, humor fino e com uma ironia às vezes cortante, que mostra o que recebemos de herança da cultura "estatista". Como estamos amarrados a tal cultura de modo que nem mesmo vemos. Isso explica porque no geral o povo brasileiro aceita friamente que os problemas causados pelo excesso de políticas intervencionistas sejam alegadamente corrigidos por... políticas intervencionistas! Enfim, fortemente recomendado.
|0Comentar|Informar abuso
em 20 de junho de 2015
Muito interessante apresenta os fatos que influenciaram e influenciam os brasileiros em suas concepções do Estado, com um humor sensacional.
9 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 1 de outubro de 2017
O livro é incrível em demonstrar com clareza todo o processo histórico de nossa mentalidade como povo de querer que o Estado resolva todos os nossos problemas, tutele nossas vidas, diga o que devemos fazer, não fazer, gostar, não gostar, etc. E como nos acomodamos a ponto de não percebermos que o Estado é justamente o PROBLEMA.
É uma leitura, gostosa, divertida e acima de tudo, areja nossas mentes das mesmas idéias de cunho esquerdista tão onipresentes nas obras de intelectuais. Recomendado com louvor
2 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 28 de agosto de 2016
Livro atual, linguagem acessível , cronologia perfeita.
Todo brasileiro deveria ler este livro para que os ladrões de dinheiro público e assaltante de sonhos não tenham seus atos esquecidos.
A responsabilidade da imprensa omissa que permitiu a ascensão do comunista FHC, poderia ter sido lembrada no livro.
O FORO DE SÃO PAULO, que comprova a reunião do PT com grupos criminosos (FARC) deveria ser enfrentada no livro, já que a imprensa não fala.
Parabéns ao autor.
|0Comentar|Informar abuso
1000 PRINCIPAIS AVALIADORESem 12 de maio de 2017
Este livro deveria ser obrigatório a leitura desde o berçário ate a universidade para abrir a mentalidade que nós temos do estado, livro leve com bom humor e um pouco de sarcasmo na medida certa.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 16 de fevereiro de 2017
Valeu a pena ler este livro, que análise ele fez da história do nosso País....Depois da leitura desse livro muita coisa faz sentido nesse Brasil atrasado. Entendemos porque muita gente que "mamar na teta" do governo a custa dos muitos impostos que pagamos.
2 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso


Precisa do serviços de atendimento ao cliente? Clique aqui