eBooks Kindle eBooks Kindle Books Novo Kindle Oasis Cloud Drive Photos Electronics Fire TV Stick home_improvement HI Office PC videogames wireless

  • Sombras
  • Avaliação de clientes

Avaliação de clientes

4,8 de 5 estrelas
16
Sombras
Preço:R$1,99

AVALIADOR Nº 1em 9 de setembro de 2015
Eduardo Sabino está entre os três vencedores do concurso "Brasil em Prosa" promovido pela Amazon e o jornal "O Globo". Mineiro de Nova Lima, aos 29 anos, ele conseguiu superar milhares de concorrentes com um conto que comprova seu inequívoco talento.

Intitulado "Sombras", seu protagonista é um jovem que rememora com humor sua formação religiosa no seio de uma família católica praticante onde a figura de seu avô, cético e questionador, destoa do rebanho de fiéis.

Tratando da difícil arte de conviver com a fé alheia, a narrativa também discute a imposição religiosa e sobretudo sua conveniência social. Um assunto que aponta para temas difíceis como perda, abandono e exclusão.

Seu desfecho encerra com chave de ouro a narrativa e, sem dúvida, irá merecer a reflexão do leitor.
4 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 3 de agosto de 2015
Todo o primeiro parágrafo dá o tom da narrativa e do delicioso estilo do autor. O conto é muito bem escrito e brinca com a questão do que é o sagrado para cada indivíduo.

O conto é muito bem escrito e o estilo fluido e objetivo capta a atenção do leitor. A alternância entre diálogo e reflexões do narrador foi bem trabalhada. Gostei da brincadeira com o sobrenatural sugerida pelo autor.

--
T. K. Pereira – Escriba Encapuzado
contato@escribaencapuzado.com.br
_________________________________
http://www.escribaencapuzado.com.br
https://www.facebook.com/escribaencapuzado
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 14 de agosto de 2015
A perspectiva do contar trazida por Eduardo Sabino é muito boa. O olhar do narrador em primeira pessoa, com uma visão particular de dois momentos cronológicos de sua vida (a infância e a adolescência), enriquece a fabulação e são bastante sugestivas, com elementos ricos para a criação. Vale observar também, aqui, o modo como o autor faz uso da linguagem, recorrendo sutilmente aos simbolismos que o tema suscita. Mais um nome a que devemos estar atentos na atual narrativa brasileira.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 17 de novembro de 2015
a prosa sem nenhum traço de pretensão costura flashes aparentemente aleatórios que dão conta do "sentimento oceânico, a alegria plena" que a arte pode oferecer ao mesmo tempo em que, sem condenar o personagem que desiste da arte pela paz doméstica, deixa um gosto de melancolia na alma. texto que deixa ecos na gente!
|0Comentar|Informar abuso
em 29 de setembro de 2015
Comprei por ser um dos ganhadores do concurso, e quis conhecer quem me venceu. Fiquei positivamente surpreso, o texto é ótimo e está diretamente relacionado ao título, sorumbático, pesaroso e muito bom. Parabéns ao autor.
|0Comentar|Informar abuso
em 5 de agosto de 2015
Gostei da forma de tratar a onipresença divina e a pequenez humana. Um conceito que deveria ser tão simples mas é um monstro na cabeça da maioria. Será que dá para colocar o avô do narrador em horário nobre, cadeia nacional?
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 21 de setembro de 2015
Leitura que flui, texto singelo e bem escrito. Sou suspeito pra falar porque "lembranças de infância" são meu ponto fraco. Eduardo Saino tem talento. Recomendo!
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 26 de setembro de 2015
Ler este texto faz vc se sentir na sombra, certamente, pois quem nunca passou pela sombra, não viveu, e nem viverá no sol
|0Comentar|Informar abuso
em 24 de agosto de 2015
A história narra pedaços da infância e da adolescência do personagem principal com referência à mão de Deus na sua vida e naqueles ao seu redor, que acaba esmagando, inclusive, a banda de garagem que tinha com o amigo. Muito bem escrito, evoca, como bônus, a nostalgia daqueles que cresceram ao longo dos anos 1990 e 2000.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 1 de setembro de 2015
Eu também fui um dos participantes do concurso da Amazon, não fiquei entre os 20 selecionados, porém reconheço esse conto como o melhor de todos que li deste concurso. Parabéns Eduardo Sabino, me diverti com a história, além de ter causado reflexão.
Sucesso!
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso


Precisa do serviços de atendimento ao cliente? Clique aqui