Books eBooks Kindle eBooks Kindle Kindle Paperwhite Cloud Drive Photos Electronics Fire TV Stick home_improvement home_kitchen Office Computers VideoGames wireless

Avaliação de clientes

4,8 de 5 estrelas
7

AVALIADOR Nº 1em 6 de outubro de 2015
No premiado romance Middlesex, o escritor Jeffrey Eugenides aborda com clareza o tema da transexualidade, desmistificando preconceitos que cercam o assunto.

Nesse conto, Giulia Gambassi, explora o mesmo tema, só que ao invés de presenciar a transformação de Caliope em Cal, agora é a vez de João em Clarice.

Sem pieguismos, a escritora prova com sua escrita sensível, porque está entre os vinte finalistas do concurso "Brasil em Prosa", promovido pela Amazon e o Jornal "O Globo".

Apontando para a penosa realidade de quem vive o problema, recomendo.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 14 de outubro de 2016
É lindo! Sensível, tocante, bem escrito! Apresenta a personagem com delicadeza e respeito! Vale demais a leitura desse conto! Recomendo!
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 22 de agosto de 2015
De uma sensibilidade ímpar, este conto mostra uma peculiaridade que atinge muitos jovens. Com uma escrita fluida, conta como Clarice passou a compreender a si mesma e a se aceitar. Não é apresentada de forma a criar relações entre os personagens, mas sim a relação entre a protagonista com ela mesma. Um incentivo para todos repensarem seus (pre)conceitos, e perceber que todos somos normais, apesar de diferentes uns dos outros. Afinal, as diferenças é que nos tornam tão especiais... O mundo não teria graça se fosse monocromático. Conto recomendado!
4 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 24 de agosto de 2015
No pouquíssimo espaço que tinha, o conto consegue desenvolver um drama por que passam muitas pessoas, sem apelar para o melodrama. Gostei muito da maneira como a autora descreve a divergência entre a identidade do personagem e o modo por que é percebido pelo mundo exterior, bem como o trajeto até a conquista da felicidade.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 16 de fevereiro de 2016
Este conto me pegou de surpresa. Logo de início, ao contar a história (in)crível de Clarice, pensamos ser ela uma pessoa comum frente aos olhos da sociedade. Comum aos nossos olhos, mas não para Clarice, que vive um dilema dentro de si. A sua luta psicológica para se reafirmar e a procura de sua própria identidade nos comove até o seu desfecho. Conto recomendadíssimo!
|0Comentar|Informar abuso
em 22 de agosto de 2015
Achei a leitura um pouco confusa e a última parte perdeu um pouco do ritmo poético das duas primeiras, mas me senti moralmente obrigado a dar 5 estrelas pelo valor humano, pela delicadeza como vamos sendo apresentados a Clarice e, no final das contas, é um texto rico em delicados rococós literários.

É uma história sobre a busca de identidade.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 23 de agosto de 2015
Ainda não li o conto, mas receba os meus votos de parabéns por estar entre os 20 melhores contos.
É uma vitória!
Silvio T Corrêa
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso


Precisa do serviços de atendimento ao cliente? Clique aqui