Books eBooks Kindle eBooks Kindle Kindle Cloud Drive Photos Electronics Fire TV Stick home_improvement HI Office PC videogames wireless



em 12 de maio de 2017
O livro é uma não ficção, sobre Missoula, uma cidade universitária dos Estados Unidos que mostrou estatísticas alarmantes de estupro e abuso sexual. O livro analisa o tratamento dado pela polícia e pela universidade às vítimas e aos estupradores.
Com base em dados e pesquisas, o autor apresenta uma realidade chocante: a maioria dos estupradores seriais (que podem fazer até mais de 14 vítimas ao longo da vida, destruindo ainda mais pessoas), não se vê como um estuprador (que é sempre o outro, o desconhecido de máscara e faca no beco escuro). Eles são caras legais, bons rapazes, gente de bem. O autor fala que esses abusadores estão "presos em sua própria visão de mundo" e não sentem que fizeram nada errado. Conhecer essa realidade chocante é fundamental para combatermos a cultura do estupro.
|0Comentar|Informar abuso
em 11 de maio de 2017
Krakauer utiliza diversos métodos para comprovar e dar profundidade às histórias e relatos dos estupros ocorridos em Missoula. É uma leitura densa, com detalhes verídicos de julgamentos e depoimentos dos personagens. Recomento muitíssimo a leitura, não só por se tratar de um tema atual, mas para refletir sobre a forma com que as mulheres vítimas são tratadas em casos de violência não só sexual quanto psicológica.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 30 de junho de 2016
Esperava bem mais deste ótimo escritor / jornalista ("No Ar Rarefeito", "When men win glory"), sobre um tema super atual. O livro não cumpre a promessa. As vezes parece que estamos lendo páginas de inquérito policial sem análise ou narrativa nenhuma.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 7 de agosto de 2016
Decepcionante e entediante, esperava muito mais. O livro e monótono e não sustenta o tom de denúncia que pretende dar, ao contrario disso paginas e mais paginas de descricoes intermináveis de julgamentos.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 19 de setembro de 2016
Nesse novo livro Krakauer, faz um trabalho excelente, pois relata histórias de pessoas que passaram por um grande trauma de maneira tranquila(ele não joga um bando de informação para deixar a leitura mais rápida) e detalhada. O foco de boa parte do livro, porém é sobre como o são feitas as investigações e como o sistemas judicial tratas as denúncias de estrupo, e não como aconteceram de forma gráfica os estupros, isso deixa o texto num ritmo mais lento,mas não menos interessante. Krakauer mais uma vez me surpreendeu por fazer um livro com um tema tão terrível e necessário nos dias de hoje.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 25 de janeiro de 2018
O autor trata de casos sobre os quais ficam dúvidas sobre se houve estupro ou não. Uma mulher vai a uma festa na casa de um amigo, bebe até cair, usa drogas, dorme no sofá e acorda com o tal amigo penetrando-a, mas não reage por medo, fica inerte até que ele termine, em silêncio numa casa onde estavam outras pessoas que poderiam evitar o estupro. Outra leva um homem para o quarto dela com a intenção de fazer sexo, mas percebe que uma amiga também está lá dormindo com o namorado e então desiste de fazer sexo, mas não fala nada quando o parceiro tenta estuprá-la. Outra mulher vai para a cama com um homem e deixa ele enfiar os dedos na vagina dela, mas na hora de enfiar o pênis ela rejeita. É claro que é errado forçar uma pessoa a ter relação sexual, mas o comportamento de certas mulheres do livro é estranho.
|0Comentar|Informar abuso