Books eBooks Kindle eBooks Kindle Novo Kindle Oasis Cloud Drive Photos Electronics Fire TV Stick HI home_kitchen Office Computers VideoGames Wireless



1000 PRINCIPAIS AVALIADORESem 25 de junho de 2017
Paola é uma jovem sem grandes atrativos físicos, mas dona de um sorriso encantador, que julga-se premiada ao ser a escolhida do lindo Roberto, um dos caras mais assediados pela mulherada. Casa-se novinha com ele, mas gradativamente percebe que o príncipe encantado devia ter parentesco com um certo goleiro de um time carioca de futebol, de tão sádico e paranoico.
Mas, enfim, monstruosidades à parte, a pobrezinha consegue sobreviver a esse episódio trágico de sua vida, embora não sem levar consigo traumas profundos e impossíveis de serem esquecidos a cada dia que se olhasse no espelho.
Após anos de terapia em uma clínica, Paola, que pinta o mundo com a aquarela da sua arte, conhece Sol, uma criança de 4 anos, muito fofa, e que aparentemente possui problemas de socialização. De cara, ela se identifica com a criança. A ligação entre elas já nasce forte, o único problema está no pai da criança, André, um homem musculoso (porém sério demais), que por razões também de traumas pessoais, tem um medo obsessivo de que algo ruim aconteça à filha, por isso a cerca de cuidados por todos os lados.
A princípio, a união entre as duas preocupa André, mas a melhora em todos os sentidos da menina na convivência com Paola e seus pincéis, torna-se inegável. E a cada dia, ambos, Paola e André, encontram um motivo para se encontrarem por conta do amor mútuo pela criança.
Fica claro para o leitor que a união que nasce da solidariedade cria laços profundos, podendo se transformar em amor. Mas vivenciar um novo amor não é nada fácil para duas pessoas tão maltratadas pelo destino, uma vez que o passado matou os sonhos de um e sobreviveu no coração do outro como um hospedeiro parasita, trazendo um medo medonho de falhar outra vez.
Gostaria de dizer que esse livro me tocou profundamente, e acredito que eu fique com uma tremenda ressaca literária após lê-lo. Como todos devem saber, adoro um drama, mas além da história em si, tão bem escrita e argumentada, existem muitas reflexões e metáforas que me encantaram.
“Ninguém quer pensar que a morte está fazendo contagem regressiva da nossa partida do mundo, por isso dizemos que temos a vida toda para viver. O problema é que essa mentira se tornou tão forte que as pessoas não aproveitam para viverem plenamente. Não valorizam suas próprias vidas e nem as dos outros. Não percebem que a vida foi a folga que a morte nos deu e não estamos sabendo lidar. ”
“Intimidade é quando o casal não precisa falar, porque o outro consegue ler os lábios que não se movem, escutar a alma que grita e ver o amor invisível. ”
“ A vida é um labirinto onde todos tentamos encontrar a saída e onde poucos têm a sorte de encontrar o parceiro ideal para a aventura. Alguém que não solta a nossa mão quando erramos na escolha do caminho e nós também não temos vontade de fazer isso porque percebemos que, mais importante do que a saída, é conhecer o labirinto. ”
A autora desenvolve a trama com maestria; os personagens são ricos em história de vida e os diálogos fluem muito bem. Não consegui parar de ler até saber qual seria o final.
E posso garantir: não me arrependi.
O enredo é forte, sensível, por vezes até chocante, que envolve questões sociais que considero muito importantes, por isso não só recomendo muito o livro como acho que, para qualquer bookholic que se preze, este deveria ter parada obrigatória.
À autora portuguesa Sofia Silva, só me resta bater palmas pela belíssima obra e desejar que mais tramas sensíveis como essa venham fazer parte da minha estante dos “inesquecíveis”.
0Comentar| 3 pessoas acharam isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
em 27 de janeiro de 2018
O livro conta a história de Paola, que viveu um relacionamento abusivo do qual conseguiu escapar, com muitas marcas (psicológicas e físicas). Se passa anos após o ocorrido, com ela vivendo em uma clínica, onde tem acompanhamento psicológico. Lá, ela conhece André, pai de uma menininha de 4 anos que também é paciente da clínica. Trata de sua aceitação, auto estima e confiança em um homem após tudo que sofreu, mas, sobretudo, do amor em sua mais pura e simples forma com relação à garotinha Sol.
O livro fala sobre um tema delicado e forte, que é violência doméstica e as sequelas que ficam. Tem altos e baixos, e o que eu mais gostei foi da relação construída entre Paola e Sol. O romance entre ela e André para mim ficou em segundo plano. Gostei da forma como as duas se ajudam, cada uma com seus traumas e problemas psicológicos, e é lindo ver o que uma criança de 4 anos pode nos ensinar. O livro valeu por isso, porque se fosse apenas a parte romântica, não teria tido o mesmo efeito em mim.
review image
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
em 15 de janeiro de 2018
Nem sei bem por onde começar sobre esse livro. Comprei pela capa linda, confesso, mas ao começar a ler já levei um soco no estômago pela cena mais angustiante que já tinha lido, talvez por ser tão real e próximo da nossa realidade.
E então vc acha que a história irá por aquele caminho de dor e sofrimento e ela vem e te gira e muda tudo. Não apenas um livro sobre o amor, mas um livro sobre se reerguer depois te ter sua vida toda partida, dilacerada. Um livro sobre como ainda existe vida após algo terrível. Como o amor pode transformar.
Só não leva muitos pontos porque a autora pecou num detalhe, uma moça como a Paola com tanta bagagem, se deixou levar muito fácil pelo André, e André não convence muito como par romântico, ok os dois Esta o feridos e despedaçados, mas a Paola muito mais, tem muitos mais motivos e mesmo assim ela se entrega enquanto ele fica de mimimi. Faltou coerência ali, o relacionamento entre eles foi um pouco forçado, especialmente a sexualidade toda vinda de uma mulher com toda a história que a Paola tem.
Mas fora isso a história é bonita, te choca, te emociona.
Vale a leitura.
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 4 de maio de 2017
Comprei este e-book porque sou viciada em leitura e a capa me conquistou, não conhecia a autora. O que tenho a dizer. Ler Sorrisos Quebrados foi uma experiência inesquecível, os personagens "quebrados" por falsos amores e que se reconstruíram e superaram as dores e cicatrizes externas e internas em um texto absolutamente poético, foi uma experiência simplesmente maravilhosa. Apesar de ler bastante, quase não avalio meus e-books adquiridos, mas já queria avaliar este antes mesmo do fim. Apaixonei-me por André, Paola e Sol. Quero saltar com eles até as estrelas. Recomendadíssimo.
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
1000 PRINCIPAIS AVALIADORESem 3 de janeiro de 2017
Meu Deus, ainda estou em lágrimas! Quanta delicadeza, quanta poesia, quanta sensibilidade, Sof <3
Li a primeira versão do wattpad, mas devo dizer que esta se tornou infinitamente melhor. O André, a Paola e a Sol mexeram comigo desde a primeira vez que ouvi falar sobre eles... Mas hoje, depois de ver este sonho realizado, eu não consigo parar de chorar de alegria e alívio. Alívio por saber que todos merecemos e podemos ter um final feliz e alegria por ver você galgar tão bem estes primeiros degraus.
Obrigada por sempre me emocionar. Obrigada por todo carinho com as suas #Quebradas e por sempre fazer o melhor por nós.
Estarei sempre aqui para acompanhar seu sucesso de perto. Bjss de luz, Sof's linda <3
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
em 25 de janeiro de 2018
Sorrisos Quebrados é um romance colorido entre duas pessoas Quebradas por relacionamentos passados. Uma história de superação dos próprios medos e promessas.
Sorrisos Quebrados, foi o primeiro livro da Sofia Silva que eu li, e posso dizer que já virei fã da mesma.
Nunca pensei que um livro fosse me deixar tão pensativa por conta do enredo. Mas com Sorrisos Quebrados eu passei seis dias quebradas, chorando as dores da Paola e do André.
A Paola foi agredida pelo próprio marido, viveu em um inferno, esteve quase morta, porém quando ela ficou livre estava com marcas do viveu para o resto da sua vida.
O André viveu em um outro tipo de inferno, vivia em uma batalha árdua para retirar a sua amada do mundo das drogas, até ela soltar uma bomba para ele e fugir.
Dentro dos medos da Paola tinha apenas uma verdade: a escuridão, onde as estrelas brilham.
Dentro da escuridão do André, tinha apenas um raio de sol, ou melhor A Sol!
Será que uma pequena garota com seus traumas conseguirá acalmar os medos da Paola e apagar a escuridão do André?
0Comentar| 1 pessoa achou isso útil. Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
em 11 de fevereiro de 2018
Primeira obra que leio da autora, conheci nos comentários do Facebook e só o nome do livro já me ganhou e logo comprei.
A história da Paola e do André é restauradora e edificante, me mostrou que temos que ser gratos e persistir pela felicidade e não desanimar do Amor, existem muitos Robertos destruindo muitas Paola, mas existem muitos Andrés que ama o que precisa realmente ser amado o nosso lado feio seja estético ou não e existem muitas Paolas dispostas a persistir em encontrar a Felicidade ❤️❤️
Parabéns por através da sua leitura incentivar pessoas 👏🏼👏🏼
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 8 de fevereiro de 2018
Prólogo impactante! A história é linda, tema delicado, repleto de dor superação e amor, com frases e palavras bem carregadas de sentimentos. A Sol é uma fofa. O André é muito musculoso e a Paola é uma sobrevivente. MAS na minha opinião tudo foi rápido demais, sem detalhes, falas que pareciam ter sido cortadas. O tema é delicado, mas achei que a Paola, com todos os traumas se resolveu e se realizou tão rapidamente. Algumas partes muito forçadas... Faltou detalhes de tempo e lugar
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
1000 PRINCIPAIS AVALIADORESem 28 de janeiro de 2017
A primeira boa impressão que este livro me causou foi com a capa. Simplesmente linda e atrativa.

A segunda boa impressão foi a boa escrita.

Confesso que a minha preferência literária tende para livros narrados em terceira pessoa, no entanto este livro me surpreendeu, pois a autora sabe interpretar seus dois personagens (André e Paola) de forma bem realista. Sem contar que ela não fica repetindo a mesma cena sob o ponto de um e de outro. Os capítulos vão sendo alternados, mas em cenas distintas. Isso é muito favorável!

Já no prólogo notei que esqueci de respirar normalmente enquanto estava acompanhando Paola narrar aqueles momentos ao lado daquele homem agressivo e doente. Toda a curiosidade do livro para mim estava em dois pontos:

1) o que veio a seguir e como ela chegou até aquela clínica. Como se livrou daquele homem, como sobreviveu e pior, se ela realmente se livrou dele.

2) O que aconteceu com André e qual é o desfecho do seu trauma. O que de tão greve aconteceu com ele e que atingiu Sol, sua filha de apenas 4 anos, de forma tão aterrorizante?

Não resta dúvidas que um é o remédio para as dores que o outro sente, mas o ponto alto é saber qual peso cada um carrega nas costas e como eles vão se acertar.

Paola, que na minha visão foi a que mais sofreu (fisicamente) consegue, através do amor, enxergar uma luz no fim do túnel, mas conseguir atravessar esse túnel depende totalmente de André aceitar sua mão e atravessar juntos. André enfrentou com dignidade o mal que Renata causou em sua vida. Sem contar a pequena Sol, uma criança que é abençoada e que Graças a Deus teve André como seu pai, pois o que essa garotinha sofreu também é revoltante. No final das contas, os algozes desses dois personagens tiveram o que mereceram.

E falando em algozes, o pior de todos ainda foi o Roberto. Logo que ela começou a narrar a relação com ele, eu já tive uma desconfiança a respeito dela e ao longo da trama, ela só se intensificou até que Paola confirmou o que eu pensava.

Em fim... esta é uma história que nos faz viajar sim por um universo de traumas e sofrimentos e que no final das contas, mostra casos que podem ser mais do que verdadeiros, porque a realidade da vida vai além de lindas histórias...
0Comentar|Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso
em 9 de dezembro de 2016
Sorrisos Quebrados é uma leitura obrigatória para quem gosta de romance, drama, poesia, ou quem lê de tudo desde que a escrita seja boa. E posso dizer que a escrita da autora Sofia Silva é muito mais que apenas "boa": é sensível, perfeita, ímpar, envolvente e viciante
Esse livro é muito mais que apenas ficção, porque ele fala sobre amores, erros, esperança, tragédias, ou seja, se trata de vida real com todas as coisas boas e ruins que existem. E os personagens também são muito mais que isso. Vc sente que a Paola poderia ser você, porque ela não é perfeita, é apenas humana. Isso é bom porque te dá esperanças, pois se a Paola encontrou o André e vivem juntos um amor tão lindo, e se o André conseguiu se recuperar de toda a dor que sofreu no passado, então talvez nós também possamos, desde que ( como eles), nunca desistamos da esperança e da crença no amor
AMOR: acima de tudo é disso que Sorrisos Quebrados trata. Esse sentimento tão puro e que é o único capaz de dar forças nos momentos mais difíceis
LEIAM!!!! LEIAM!!!!!! LEIAM Sorrisos Quebrados. Eu recomendo com a convicção de que, de uma forma ou outra, essa história vai te fazer refletir sobre muitas coisas. E após a leitura, aposto que vai se pegar pensando em Paola, André e Sol e vai sorrir porque em algum lugar eles estão a ver as estrelas, enfim estão em paz e felizes

Eu só tenho a agradecer a Sofia Silva por ter escrito e compartilhado essa série que eu amo tanto
E tenho orgulho em dizer que sou sim uma grande fã, uma #Quebrada

Agora é esperar que não demorem a publicar em físico <3
11 comentário|Esta avaliação foi útil para você? Informar abuso

Os clientes também visualizaram estes itens:

Amor & gelato
R$24,90
Confesse
R$25,11

Precisa do serviços de atendimento ao cliente? Clique aqui