Books eBooks Kindle eBooks Kindle Kindle Paperwhite Cloud Drive Photos Electronics Fire TV Stick home_improvement HI Office PC videogames wireless



50 PRINCIPAIS AVALIADORESem 29 de dezembro de 2017
O que falar desse livro?
Foi uma das melhores aquisições que fiz nos últimos anos. Sem dúvida!
No tocante ao seu aspecto físico, o livro tem excelente diagramação, ótima fonte, páginas amareladas e suficientemente espessas, a capa é comum, mas tem boa qualidade. Há figuras coloridas ao longo do livro, mostrando as obras de Leonardo, seus esboços e páginas de seus cadernos, além de fotos de construções e outras figuras com obras de artistas da Renascença.
Quanto ao conteúdo... Meus amigos... Que livro!
Isaacson nos leva à pequena Vinci, local em que Leonardo viveu a sua infância. Depois ele faz um panorama completo da Florença do século XV e de como a cidade influenciou o pensamento de Leonardo. Posteriormente, o autor descreve como era Milão nos tempos de Ludovico, a sua corte, o relacionamento de Leonardo com esse novo Duque de Milão, chamado de O Mouro, e seus agregados. Há toda uma preocupação do autor em nos situar na Itália dos tempos de Leonardo. O efeito de imersão na Europa da Renascença criado por Isaacson é fantástico.
Além de conhecer a vida de Leonardo, nós somos apresentados a outras importantes figuras históricas: Brunelleschi, Michelângelo, Rafael, Botticelli, Maquiavel, César Bórgia etc.
Em relação ao lado pessoal do biografado, Walter Isaacson, baseado em fortíssimo arcabouço de documentos, registros e citações, busca descrever, sem paixões ou exageros, um Leonardo humano: com defeitos e derrotas, problemas pessoais e frustrações; mas, por outro lado, fica evidenciada a sua sede insaciável de conhecimento, a sua genialidade, a sua curiosidade quase obsessiva, os seus talentos únicos, e a evolução enquanto pessoa, artista e cientista (e músico, e produtor de espetáculos, e escritor, e inventor, e arquiteto, e poeta, e engenheiro etc).
Vegetariano (porque tinha uma amor incondicional pelos animais), ambientalista, inventor, homossexual, perfeccionista, procrastinador, desorganizado, ávido por conhecimento, curioso, racional, metódico, gênio, gênio, gênio! Enfim, muitas das facetas da vida desse grande homem são exploradas pelo autor desta biografia.
Leiam! Vejam que a genialidade de Leonardo foi construída por ele, por sua mente curiosa e seu olhar único sobre tudo o que estava à sua volta.
P.S: Desculpem eventuais erros de escrita, fiz o texto com o celular e o corretor é traiçoeiro.
review imagereview imagereview imagereview imagereview imagereview image
83 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 18 de novembro de 2017
Com certeza o Walter Isaacson é um dos melhores biógrafos da atualidade. No livro ele consegue contar a historia toda do gênio que foi Leonardo da Vinci, em toda a sua vida. O que mais impressiona na vida do polímata, é a incessante busca pelo conhecimento e a grande curiosidade em todos os temas que ele pesquisou em sua longa vida. Como pintor, foi realmente um gênio pois apenas aceitava uma obra como acabada quando percebia a perfeição. Ele deixou um legado impressionante também em todos os grandes escritos que realizou durante a sua vida, sempre com muita curiosidade e inteligência em observar a natureza em seus mínimos detalhes.
13 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 24 de março de 2018
Um livro fantástico, digno de um homem igualmente fantástico.
Agora, imagine um homem de 55 anos, andando pelas ruas com um séquito de jovens artistas... vestido com meias até a cocha, salto alto, blusão rosa. Um cross-dresser, certo? Agora imagine isso há 500 anos atrás em uma grande cidade-estado na Itália. Certamente chamaria sua atenção, não é? Provavelmente se você perguntasse a um transeunte, ele iria dizer que é o famoso pintor Leonardo da Vinci, amigo dos poderosos, disputado entre cidades e a nobreza, e, ainda assim, um artista, com toda a carga de significado que essa palavra adquiriu ao longo dos séculos - capaz de abandonar grandes obras só por que estava entediado. Mas também, muito mais que isso, um cientista, um engenheiro e um monte de outras coisas. Recomendo muito esse livro, ricamente ilustrado, simplesmente bem-escrito, para readquirirmos essa sensação de que tudo podemos nessa vida, que a vida só nos basta, e que sonhar é essencial, seja na grandeza, seja na sensibilidade.
A edição kindle me permitiu ler em dispositivos diferentes, e se deliciar com as muitas ilustrações na tela grande do notebook. Seguem alguns "prints" da tela.
review imagereview imagereview image
4 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 22 de outubro de 2017
Escrever um livro sobre Steve Jobs era uma tarefa dificultada pela complexidade do biografado, mas facilitada pelo abundância no volume de informação que existe sobre a Apple e demais envolvidos. Pesquisar sobre Einstein era, imagino eu, um pouco mais difícil. Pesquisar sobre Benjamin Franklin mais difícil ainda, já não falamos do século XX.
Pesquisar e escrever uma biografia desse nível sobre alguém que viveu boa parte da vida no século XV? É um feito que só consigo imaginar pelas mãos do Isaacson. A leitura flui de tal maneira que parece que o autor está narrando a história de vida de um conhecido íntimo, não de um gênio que viveu há mais de 500 anos.
O livro cumpre com êxito a função de mergulhar na vida desse gênio, que está incorporado ao imaginário popular como tal, mas que é basicamente conhecido pela "Monalisa" e pela "última ceia". Expõe de maneira bem completa as invenções, interesses e personalidade do biografado, além de situar o leitor no contexto histórico e local.
Não serve só para quem se interessa pelo período histórico no qual o Da Vinci está inserido, mas a qualquer um que tenha curiosidade de conhecer a história e os interesses de pessoas excepcionais.

Quanto ao aspecto físico, o livro não decepciona, é de boa qualidade. Fiquei preocupado quando soube que o novo livro do Walter Isaacson não ia ser editado pela Companhia como os anteriores, mas a Intrínseca não decepcionou, capa é rígida e o papel de gramatura boa, apesar de ter um cheiro um pouco forte . Cumpre avisar que há muitas páginas com notas e afins, bem como muitas imagens no corpo do texto (o livro não possui um caderno de imagens), de modo que não é necessário se intimidar com as 640 páginas totais da obra. Considerando as imagens no texto, notas e afins, o livro deve ter por volta de 400-450 páginas, com uma fonte média, não é nada impossível concluir a leitura.
98 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 15 de março de 2018
Minha crítica remete à edição, uma vez acabei de receber o livro. Sinceramente para mim essa editora Intrínseca nunca faz um trabalho bom na finalização do livro. O livro tem uma capa que imita capa dura e ilustrações, mas as páginas não são coladas, não são costuradas em forma de brochura. Com o tempo vão começar a se soltar da lombada, porque a cola da lombada também é bem miserável. Enfim...
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 20 de março de 2018
Obra extensa e repleta de fontes! Por conta disso em alguns momentos a leitura tende a ser mais pesada! O grande mérito do autor é definir um perfil de um indivíduo, que diferentemente de Steve Jobs por exemplo, não pode ser intrevistado, descrito por pessoas próximas ou documentado extensamente como pessoa pública por mídias atuais. Desta forma, ele expõe um Leonardo que vai muito além do senso comum de um gênio que produziu excelentes obras de arte e por isso chega a decepcionar admiradores destas últimas em alguns pontos. Apesar disto, concluída a leitura, o autor consegue transpor o "produtor de pinturas" trazendo um ser humano cujo "sfumato" e imperfeições transcendem a inteligência e nos impele a "curiosidade sobre o grande mistério em que nascemos", parafraseando Einstein.
Vale a pena a leitura!
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
1000 PRINCIPAIS AVALIADORESem 25 de março de 2018
Walter Isaacson se estabeleceu como um dos mais destacados biógrafos atuais. A escolha de Da Vinci, o símbolo da Renascença, foi acertada e o autor nos traz a história de um artista ímpar e de uma figura humana a frente do seu tempo.

O livro certamente melhora minha visão sobre Leonardo e nos traz informações relevantes. Mas apesar do tema ser cativante, o autor conseguiu em uma outra obra, a de Steve Jobs, produzir um enredo mais cativante.

De qualquer modo, vale a leitura para conhecer essa figura excepcional.
|0Comentar|Informar abuso
em 27 de fevereiro de 2018
Não foi exagero várias publicações terem considerados a biografia de Leonardo da Vinci de Walter Isaacson um dos melhores lançamentos de 2016. O livro é excelente, principalmente por retratar, mais do que o próprio biografado, a sua extensa e variada obra. A vida do gênio é apresentada de forma cronológica, em paralelo a uma descrição detalhada de suas ideias, obras, invenções e projetos. São 33 capítulos muito bem escritos e agradáveis de ler, sendo que na conclusão do livro (cap. 33) o autor resume, em uma única frase, a genialidade de Leonardo: "sua curiosidade fez com que ele se tornasse uma das raras pessoas na história a procurar saber tudo que era possível saber sobre tudo que havia para saber". Imperdível.
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 6 de maio de 2018
Sou fã das obras de Isaacson e quando soube que uma nova estava a caminho fiquei meses aguardando ansioso. Num primeiro momento tive um pouco de dúvida sobre uma nova editora assumindo a obra do autor.
Mas logo ao receber o livro vi que a Intrínseca fez um excelente trabalho. As ilustrações são coloridas e de ótima qualidade, assim como as páginas e a tradução. O único ponto mais ou menos foi quando à capa que não é dura nem mole, mas sim aquele papel cartão. Se você for carregar o libro e colocá-lo em uma bolsa, por exemplo, os cantos vão entortar, já que as extremidades são maiores que o miolo do livro.

Aspectos abaixo são relacionados ao conteúdo do livro e não devem ser levados em consideração na compra ou não do livro. Opinião é muito pessoal:

Quanto à obra fiquei decepcionado. Walter Isaacson é um grande autor e DaVinci é um objeto de estudo com inesgotáveis aspectos para aprofundamento, porém, pareceu-me que tudo foi contado de maneira um tanto quanto rasa, diferentemente da biografia de Steve Jobs contada pelo mesmo autor.
Claro que há de se considerar o distanciamento e a carência de fontes em relação a DaVinci (com Steve Jobs houve dezenas de entrevistas com o próprio biografado, por exemplo), porém, como fã, esperava mais da obra.
|0Comentar|Informar abuso
em 1 de maio de 2018
Nossa, o quanto eu amadureci ao ver pinturas depois de ler este livro? Muito! E não só isso. Tornei-me um grande fã de Leonardo pois ele foi genial. Ele foi tudo mais um pouco. Fantástico. Tanto que agora uma de minhas metas é conhecer o trabalho dele mais de perto, visitar as suas obras. E para finalizar: o grande aprendizado que guardarei para mim é que devemos ser curiosos.
|0Comentar|Informar abuso


Precisa do serviços de atendimento ao cliente? Clique aqui