amazon-prime-video Books eBooks Kindle eBooks Kindle Novo Kindle Oasis Cloud Drive Photos electronics Fire TV Stick home_improvement home_kitchen Office Computers videogames wireless

Avaliação de clientes

4,8 de 5 estrelas
109
Cem dias entre céu e mar
Formato: eBook Kindle|Alterar
Preço:R$19,90


em 21 de janeiro de 2015
Você começa a ler "Cem Dias entre Céu e Mar" duvidando da saúde mental do Amyr Klink por ter resolvido fazer uma jornada dessas em um barco a remo - e termina duvidando da sua própria saúde mental por nunca ter pensado nisso. O livro é leve, inspirador e bem-humorado, e a narrativa é tão bacana que você se sente no barquinho vivendo a aventura com ele. Adorei!
12 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 4 de novembro de 2014
A INCRÍVEL E INSPIRADORA HISTÓRIA DE UMA AVENTURA EXTRAORDINÁRIA E SOBRE A PROEZA DE UM GRANDE BRASILEIRO NO MAR.

Amyr Klink é um brasileiro especial, daqueles que nos honram pela bravura, pela ética, pela capacidade realizadora. Essa é a segunda vez que leio esse livro, a primeira foi há muitos anos atrás em um livro de papel e com fotos. A aventura de Amyr de remar da África ao Brasil é um feito notável, admirável e que sempre irá servir como inspiração.

O livro pode ser lido como se fosse (e foi) uma grande aventura, sobre coincidências divinas, sobre motivação, sobre a capacidade de organização e logística, sobre a liderança, sobre amizade e sobre as coisas do mar. Amyr Klink é o nosso Ayrton Senna do mar, um que a Divindade nos permite conviver há muitos anos e, espero, por muitos mais ainda.

Se você ainda não leu essa história da "lâmpada" que atravessou os mares graças as forças das remadas de seu comandante e de correntes ora favoráveis, ora assustadores, então aceite essa recomendação e adquira uma edição - você irá se emocionar, surpreender e vibrar com os feitos da casquinha conhecida como IAT - o barquinho gigante do grande Amyr Klink.
10 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
100 PRINCIPAIS AVALIADORESem 3 de fevereiro de 2015
Lembro que por volta de 1984 ou 1985 saia nos noticiários a chegada de Amyr na costa brasileira após sua travessia do Atlântico e algum tempo depois observava nas vitrines das livrarias o livro sobre esse feito. Fiquei muito interessado , mas o preço do livro era proibitivo para mim na época e os anos foram se passando, perdi o foco do desejo de ler esse livro que caiu no esquecimento para mim...
Mas finalmente consegui adquiri-lo e ler e posso dizer, o livro é simplesmente imperdível!
Durante a leitura, o livro me tirava da realidade do dia a dia e me via em alto mar, a bordo do IAT (nome do barco), como se eu mesmo estivesse fazendo a travessia.
E de quebra, em minha opinião, o livro traz ainda em suas entrelinhas muitas lições para a vida e para empreendedores, empresários, trabalhadores, estudantes, enfim...
Leitura imperdível! Está na categoria daqueles livros que quando iniciamos a leitura não conseguimos mais parar!
6 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 10 de novembro de 2017
O livro soa como uma poesia. Essa foi a definição de quem me indicou o livro e a definição não me saiu da cabeça enquanto lia, alias, devorava as páginas desse maravilhoso "Cem dias entre céu e mar". Lindíssimo diálogo que tem com o leitor, o livro te chama para a reflexão, para a beleza da relação com o mar, nos ensina, nos faz pensar nos nossos desafios de uma forma leve e bem humorada. Recomendo muitíssimo a leitura, coloquei o livro na minha estante de favoritos e de livros para ler e reler antes de morrer!
1 pessoa achou isso útil
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 21 de dezembro de 2017
Um livro raro de um viajante experiente; um relato de viagem íntimo e com ótimas histórias; uma aula de geografia e finalmente, uma inspiração impossível de ignorar: você não vai acabar e já vai estar louco para fazer as malas e embarcar na sua própria aventura.
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 26 de maio de 2015
Um livro inspirador, enxuto e belo. Amyr Klink não posa de herói ou "aventureiro", suas opiniões surpreendem por fugir do lugar-comum após a realização de uma façanha como essas. Um homem obstinado, mas acima de tudo, organizado e metódico. E um ótimo escritor. Sentimo-nos como se estivéssemos à bordo com ele. Excelente livro.
2 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORESem 23 de novembro de 2015
É um feito impressionante o relatado por Amyr Klink... é necessário ser um super herói para atravessar a remo sozinho da África à América do Sul? Não, o que se exige é planejamento (muito planejamento!) e apoio de pessoas competentes.

Muito bom o relato, e admirável a jornada por ele empreendida. Não precisa entender nada de navegação, mares, sequer ter pisado em uma praia para ser cativado por este livro.
|0Comentar|Informar abuso
em 2 de agosto de 2018
Pros aspirantes e aventureiros de plantão. O Amyr, com sua deliciosa narrativa, nos vislumbra os trâmites necessários para embarcar em toda e qualquer empreitada. Desde o planejamento minucioso, da partida, da odisséia em si e a chegada ao ponto de destino. Coragem e espírito desbravador, acima de tudo. O resto... Bem, o resto serão bagagens e experiências pra escola da vida. Gratidão e reverência ao Klink e toda gente de fibra e sonhadora como ele. Um grande realizador e influenciador. Bons ventos e boa leitura!
|0Comentar|Informar abuso
em 18 de fevereiro de 2018
O molde de diário em que o livro é escrito deixa a leitura mais fácil e empolgante.
O conteúdo é uma lição de administração, planejamento e perseverança.
A narrativa em primeira pessoa prende o leitor... é difícil de largar... e mesmo sabendo que narra uma história real, tem horas que você se pega torcendo para que determinadas coisas aconteçam... chega parecer uma ficção...
|0Comentar|Informar abuso
em 19 de maio de 2017
Tenho a segunda edição de 198... Agora em e-book, tudo fica mais fácil. É meu livro predileto, meu livro de cabeceira. Admiro Amyr e sua capacidade de planejamento e de superação. Já lis este livro umas 20 vezes, está sempre em meu kindle. Obrigatório!
|0Comentar|Informar abuso