amazon-prime-video Books eBooks Kindle eBooks Kindle Prêmio Livro Reportagem Novo Kindle Oasis Cloud Drive Photos Electronics Fire TV Stick home_improvement home_kitchen Office Computers VideoGames wireless



em 14 de março de 2014
Demorei bastante tempo para tomar minha decisão em comprar um "e-reader". Afinal tenho meu notebook, smartphone e tablet e não tinha nenhuma certeza de que um "e-reader" como o Kindle teria lugar entre meus "gadgets". Gosto de tecnologia, mas não sou do tipo que adquire equipamentos inúteis, cuja função não seja aplicável ao meu dia a dia. Há muito tempo sou cliente da Amazon e a idéia de um e-reader permeava as minhas compras online, mas o que teria de tão essencial nele que valesse a pena e não tem em um tablet comum? E mais! A idéia de abandonar o livro físico era incômoda, teria que haver vantagens suficientes para me fazer abrir mão das capas coloridas e artísticas, do cheiro de livro novo, da sensação de olhar as folhas terminando... hoje posso dizer com toda certeza temos aí vantagens suficientes:

1) Leve - você pode ler deitado (tablets são pesados, principalmente se você gosta de ler deitado. Deixar o braço suspenso segurando um tablet por mais de 3 min é uma tarefa minimamente desconfortável)
2) As folhas não despencam na sua cara (mais uma para quem lê deitado, como eu. Segurar um livro físico suspenso normalmente te deixa com dor na mão e se estiver lendo a "contra-folha" provavelmente você não enxergará as últimas palavras e se enxergar, as folhas despencarão perdendo a marcação.)
3) Parece um papel - não incomoda em leituras longas (eu leio no tablet, a única forma foi mudar o fundo para negro e as letras para branco para diminuir a claridade e deixar meus olhos menos ardidos ao final da leitura. Precisava parar após algumas horas. No kindle, dá pra ler um livro inteiro e até mais de um, sem parar ou ficar lacrimejando. A sensação é EXATAMENTE a mesma de ler no papel, eu demorei pra acreditar nisso quando lia as resenhas, mas é real)
4) Leia em qualquer lugar (pequeno, cabe na bolsa e da pra sacá-lo de lá em qualquer lugar, sem chamar muita atenção)
5) Tela touch screen tem boa resposta (um pouco mais lento que a maioria dos tablets mas nada que atrapalhe a dinâmica de leitura ou a torne menos intuitiva. Toque à direita a leitura avança, toque à esquerda, retrocede. Simples assim.
6) Iluminação para ambientes escuros (não da pra dizer que não incomoda em nada se alguém estiver dormindo ao seu lado enquanto lê, mas brilha bem menos do que o tablet proporcionando excelente iluminação para o leitor e mais, o brilho é ajustável e consegue-se boa leitura com muito pouco brilho)
7) Tela pouco refletiva (ler ao sol com um tablet é frustrante, você precisa de um pára-sol, que para quem quer "ler ao sol" é bastante contraditório. No Kindle é bem mais fácil e pequenas mudanças de ângulo resolvem se o sol estiver apontado para o e-reader, nada que deixe de ser ergonômico para a leitura.
8) Livros mais baratos (para quem lê muito, no mínimo a cada 2 ou 3 livros inéditos você compra mais um)
9) Lê PDF (para o meu doutorado isso mostra-se muito útil e dispensa que eu carregue 5Kg de xerox para cima e para baixo)
10) Bateria durável (com poucas firulas, o Kindle te dá bastante autonomia na bateria, ainda não posso dizer se chegará as comentadas 8 semanas, mas te dá liberdade pra viajar em férias sem grande preocupação, mesmo pra Amazônia sem gerador)
11) Dá pra saber em média quanto tempo falta para o término do capítulo ou do livro (o que ajuda a programar o ritmo da leitura nos intervalos e decidir por exemplo, se da pra ler sem ficar ansioso por interromper bem no meio, enquanto espera a consulta do dentista)

As pequenas desvantagens acho que não superam as vantagens: o fato de ser branco e preto tira o prazer de admirar belas capas. Segurar um livro físico, virar suas páginas, marcar a página para não perder a leitura é lúdico e faz falta, mas penso que os pontos negativos são muito mais afetivos do que práticos. Os livros físicos estarão sempre disponíveis para quando quisermos ser menos práticos (momentos raros, mas que faço questão de manter).
O preço aqui no Brasil ainda me parece caro para a tecnologia empregada, comparado ao mesmo produto disponível em outros países, isso talvez seja a grande desvantagem.
729 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
10 PRINCIPAIS AVALIADORESem 7 de fevereiro de 2014
Comprei o kindle no primeiro dia de venda no Brasil, em dezembro de 2012.
E recebi ontem o kindle paperwhite segunda geração.
Se eu já era um entusiasta do kindle, agora então sou ainda mais.
A sensibilidade do toque na tela é muito boa. A facilidade do manuseio bem maior do que no kindle comum.
A iluminação é perfeita para ler à noite. Não incomoda mesmo a vista e nem a parceira ao lado.
O contraste da tela é bem superior ao do kindle comum. Vale a pena investir R$ 180 a mais pelo paperwhite, sem dúvida.
Funções adicionais, como construtor de vocabulário, pesquisa ao wikipédia, tempo estimado para término de leitura do capítulo/do livro transformam a experiência ainda mais enriquecedora.
O toque para virar páginas é bem intuitivo, ficando a maior parte da tela dedicada à passar para a página seguinte.
E a possibilidade de poder folhear o livro voltando facilmente para o ponto onde está na leitura parece algo tão necessário, tão óbvio, que deveria haver no kindle de entrada também.
Ao recebê-lo estranhei um pouco o peso, pois o kindle comum (170 g) é bem mais leve que o paperwhite (213 g). Contudo, na primeira utilização para leitura, à noite, nem lembrava mais que era um pouco mais pesado. Apesar de ser 25% mais pesado, o paperwhite continua sendo MUITO leve e não cansa.
E, além de tudo, a bateria do paperwhite dura o dobro da bateria do kindle comum.
A quem estiver lendo: Compre sem medo. Eu estava um pouco inseguro em comprar antes de ver como funciona. Mas é um upgrade necessário e vale cada centavo.
494 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 29 de maio de 2014
Depois de pesquisar opiniões de usuários e acumular os recursos necessários, posso afirmar que comprei e não me arrependo. Sou adepto do papel e tenho dificuldade em ler satisfatoriamente em tablets ou smartphones. Entretanto, o Kindle surpreendeu neste quesito. Nem parece um dispositivo eletrônico! Outro fator que merece destaque é a possibilidade de usar e abusar das promoções e a economia proporcionada com a inexistência de frete. Por derradeiro, duas questões me desanimaram um pouco após a compra. A capacidade de processamento não é tão rápida como eu pensava e os livros não indicam as páginas, e sim "posições", o que dificulta - e muito! - o emprego do dispositivo para quem realiza trabalhos acadêmicos. Até o presente momento a ABNT não normatizou a citação de e-books como referências bibliográficas. Deixo aqui essa observação importante para os professores e estudantes e torçamos para que seja resolvido o mais breve possível.
15 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 22 de fevereiro de 2018
Demorei muito para fazer a avaliação do produto assim, posso fazê-la de forma consciente. O leito é muito bom e, prático. Para quem gosta de ler, recomendo muito comprar um. Desde que comprei, já fazem uns 4 anos, nunca tive problema com o mesmo e, a facilidade que o produto oferece para a leitura é enorme. Posso ler em qualquer lugar sem me preocupar em estar transportante o livro em papel, fora o peso e o tamanho do item. Em fim, uma facilidade enorme. Também abro um parênteses para colocar que, a possibilidade de poder alterar o tamanho da fonte é uma mão na roda. Não sou mais tão novo e, minha vista nunca foi excelente assim, quando comprava alguns livros com fontes diminutas, pockets, etc, acabava levando um tempo absurdo para lê-los.
Outras vantagens que notei são os preços dos e-books, geralmente 50% do livro impresso isto se não conseguir alguma promoção. Além do fato de não necessitar me preocupar em guardá-los e conservá-los, fica na nuvem e, se sentir vontade de ler novamente, faço novamente o download.
Só tenho elogios ao dispositivo.
|0Comentar|Informar abuso
em 17 de dezembro de 2014
Excelente, a melhor aquisição do ano. Se você está em dúvida, pode comprar.
Eu já lia no meu Windows Phone, mas no Kindle eu leio muito mais rápido. A tela é apenas 1.5 polegada maior, mas como ele é quadrado, há menos quebra de linhas.

Prós:
- A tela parece papel realmente! Não cansa a vista;
- A iluminação também não cansa a vista e é muito mais fraca que a luz de celular ou tablet (mas ilumina perfeitamente), não incomodando a pessoa ao lado, quando se está lendo no escuro, na cama. Consigo ler a noite com a iluminação no 7 ou 8. Durante o dia no 6.

- Achava que o touch fosse ruim, mas é muito bom. Não é igual ao tablet/celular, mas é muito bom e responde muito rápido.
- A digitação no teclado também é muito boa, temos que digitar mais pausadamente, mas com o tempo você pega o jeito.

- Exibe quanto tempo falta para você terminar o capítulo ou livro (você escolhe), isso ajuda a você ler mais, pois se você sabe que só faltam 3 minutos para terminar, pra que deixar para depois?;
- É leve, fácil de manusear;

- Pelo fato de sincronizar com a nuvem, você começa a leitura no Kindle e pode continuar no celular.
- Liga muito rápido. Em 1 segundo.
- A bateria dura muito. A primeira carga durou 10 dias, isso porque, como é novidade, eu fiquei mexendo todo dia, testando configurações, e sempre deixo o wi-fi ligado. Acredito que as próximas cargas durarão muito mais, mesmo com o wifi sempre ligado.
- Permite configurar senha ao ligar, assim, se você perder sem kindle, não precisa se preocupar, seus dados estarão seguros.

- Ele não aceita o formato epub, mas se você enviar para seu e-mail @kindle com o assunto "convert" e o epub como anexo, ele converte e fica perfeito.

Contras:
- Não aceita formato epub, mas permite conversão.
- Não tem cheiro de livro novo, rs. Só consigo pensar nisso como algo realmente "contra", rsrs, mas acho que no futuro a Amazon irá resolver, rsrs.

*A loja da Amazon BR ainda não permite dar/receber ebook de presente, espero que logo isso mude.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 18 de setembro de 2014
Gosto muito de ler e tinha dúvidas se valia a pena investir em um e-reader. É um investimento 'caro'. Decidi pela compra, porque meu espaço para livros impressos diminui a cada novo livro comprado. Uma vez decidida pela compra veio a dúvida: compro o Kindle ou o Lev (Saraiva/concorrente da Amazon), recém lançado. O Lev tem certas vantagens: cartão de memória e lê 'pdf' direto, sem a necessidade de enviar para a conversão etc. O Kindle tem um 'suporte técnico' reconhecido.
Num primeiro momento, decidi pelo Lev - cheguei a fazer o pedido, que acabou não se concretizando por um suposto problema no meu cartão de crédito (o cartão foi bloqueado por suspeita d fraude justamente quando da compra na Saraiva). Para resumir a história: o atendimento que recebi na Saraiva foi muito ruim; os e-mails não foram respondidos, esperei para ser atendida no atendimento online... mais de cem pessoas na minha frente etc. E nada foi resolvido!
Fiz, então, a compra do Kindle na Amazon. O atendimento que recebi dos funcionários da Amazon foi 'excelente' - e-mails, telefonemas para a minha residência etc. Foi através dos funcionários da Amazon que acabei descobrindo o bloqueio do meu cartão de crédito.
Enfim, o Lev pode até ter vantagens em relação ao Kindle. Mas o suporte oferecido pela Amazon, com certeza, supera qualquer concorrente. E tenho certeza que, se precisar do 'suporte técnico', serei muito bem atendida.
Quanto ao Kindle Paperwhite atendeu as minhas expectativas. Só espero que os preços dos livros 'digitais' abaixem. Afinal, os livros digitais não precisam de celulose, não é mesmo? Infelizmente, os preços dos livros impressos quase sempre são mais baratos do que os digitais, mesmo com a cobrança de frete.
Recomendo a compra do Kindle Paperwhite - pela máquina em si e pelo atendimento da Amazon!
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
1000 PRINCIPAIS AVALIADORESem 11 de junho de 2016
Comprei meu Kindle há quase um ano e decidi que só o avaliaria depois que usasse por bastante tempo. É que eu sabia que eu ia gostar muito, logo de cara, mas havia a possibilidade de me arrepender com o tempo. Pois bem, isso não aconteceu!. Leio tanto livros comprados quanto PDFs que tenho no meu computador (só funciona se o pdf for mesmo em texto, quando a gente escaneia como imagem - acho que é o mais comum, não conheço quase ninguém que use OCR - a conversão para o formato Kindle fica péssima, já aviso para evitar decepções). Minha biblioteca só aumenta e é impressionante você carregar na bolsa 10, 20, 50 livros! Impensável se não fosse meu Kindle!
Pontos positivos: facilidade para fazer anotações ou destacar trechos; possibilidade de fazer buscas nas suas anotações e grifos; os dicionários embutidos (inclusive de outros idiomas; vieram com meu Kindle e você pode comprar outros, conforme sua preferência, e configurar qual usar para cada idioma); luz embutida, simplesmente perfeita! (adeus, abajur); facilidade para recarregar (uso o cabo do meu celular Samsung; o cabo original do Kindle está guardando para emergências); ótima durabilidade da bateria.
Pontos negativos: poderia vir com a capa (que custa uma fortuna, ainda mais se comparada ao preço do próprio Kindle - o sistema de liga e desliga da capa é genial e economiza bateria). Um amigo me disse que deixou a bateria do dele descarregar completamente e depois foi um problema, não queria recarregar de jeito algum. Não sei se é defeito do aparelho dele, mas por via das dúvidas eu nunca deixei o meu acabar totalmente. Quando chega em 25% (no máximo) já coloco para recarregar. O tempo de recarga também é meio lerdo, poderia ser mais rápido.
|0Comentar|Informar abuso
em 10 de junho de 2015
A minha experiência de compra do Kindle paperwhite na Amazon.com.br é a pior possível. Comprei na promoção do dia dos namorados e o produto chegou com um leve defeito na tela, o que me deu a impressão de que era um produto de segunda linha ou já devolvido anteriormente. Não bastasse isso, em dois dias o aparelho travou completamente. Ficou com a tela toda branca, nem sequer desligava. Liguei para o SAC para solicitar a troca do produto (que tinha 2 dias de entrega) e eles me disseram que só trocam produtos inviabilizados completamente. Ou seja, o fato dele ficar travando não justifica troca nem defeito de tela! Por fim, os atendentes foram muito mal educados!
6 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 1 de dezembro de 2014
Sou literalmente uma pessoa ligada a tecnologia em primeiro lugar. Mesmo tendo um Iphone, um ipad, um mini ipad, macs e notebooks, ou seja, tendo acesso a muitos dos melhores equipamentos do mundo, todos com a qualidade e inovação ao estilo Steve Jobs, descobri neste leitor um equipamento mas próximo ao livro em si. Apenas isso. Com uma textura de tela similar a uma página de um livro, com uma tela de alto contraste, ou seja, sem o brilho excessivos das telas convencionais ou de altíssima resolução, com uma ideia de ser apenas um leitor de livros, com um peso menor que qualquer outro do mercado, achei neste equipamento o amigo ideal para se ter uma verdadeira biblioteca a mão. Além do mais, com o WiFi presente e o 3G, consigo em mais de 150 países ter acesso a minhas compras, escolhendo na nuvem e transferindo em segundos o livro que compro agora, ou que já tivesse comprado.
2 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso
em 9 de fevereiro de 2015
O kindle proporciona, de longe, a melhor experiência de leitura em relação a qualquer outro gagdet. Eu tentei, com até certa insistência, ler ebooks em tablets, pelo próprio app da Amazon inclusive, no computador e até no celular. Por achar que um aparelho destinado apenas a leitura seria redundante em comparação com aparelhos, como os citados acima, poderiam fazer outras coisas além de simplesmente ler. De fato, não se pode esperar do kindle um tablet, mas nenhuma outra tecnologia chega próxima de proporcionar as facilidades oferecidas pelo Kindle.
A iluminação da tela realmente não cansa a vista, as opções para configuração de fonte e margens são mais do que suficientes, os livros digitais vendidos pela Amazon são mais em conta que muitos livros físicos e ainda há o excelente- não há como frisar o suficiente o quanto esse serviço é eficiente- serviço de reflow, pelo qual o usuário pode enviar um arquivo em pdf ou outros formatos suportados para o email fornecido no kindle e a amazon o transforma em um arquivo do próprio Kindle. Inevitavelmente, principalmente em arquivos com muitas imagens, há falhas, mas, em geral, o resultado é idêntico ou muito muito próximo de um ebook comprado na loja.
Além disso, funções como tradução e dicionário agilizam em muito a experiência de leitura, impedindo que o leitor precise parar completamente com o livro para procurar um vocábulo.
Minha crítica reside apenas no fato de a Amazon ter impedido minhas compras nos sites da própria empresa mas em outros países - o que era possível antes de obter o kindle no Brasil. Hoje tenho que lidar com os ebooks presentes no catálogo da Amazon.com.br, que é muito amplo no que tange livros em lingua portuguesa, diga-se de passagem, mas sofre com a excassez de livros bons e atuais em língua estrangeira. Definitivamente, esse problema me impediu de usar o Kindle da forma como desejava, a saber, aprender e aprimorar as habilidades em novos idiomas por meio das leituras de livros estrangeiros.
3 pessoas acharam isso útil
|0Comentar|Informar abuso