Avaliações dos clientes

17 de fevereiro de 2016
Um livro excepcional. Uma belíssima obra de ficção e realidade.
Entrelaçar o sofrimento da busca por "desaparecidos" na ditadura brasileira com os sofrimentos do holocausto não diminui nem um nem outro. Pelo contrário, nos leva às bordas dos horrores da barbárie e ao infinito sofrimento das perdas.
E ainda tangencia questões graves vividas pelos remanescentes da luta armada cujo desespero da clandestinidade final resultou em dilemas sem solução - continuar lutando uma luta perdida ou desistir e arriscar-se a uma prisão inglória de tortura e morte certa? E quanto aos "justiçamentos" de traidores infiltrados ou de companheiro supostamente traidores? A carta final "Mensagem ao Companheiro Klemente" (Carlos Eugenio Paz) é uma gota em um oceano de desespero, angustia e desamparo (para um relato pormenorizado desse relato ver Tese de Mestrado - USP - Maria Claudia Badan Ribeiro na Biblioteca UNICAMP).
Só ressenti no livro qualquer referência às torturas reais. Conforme descrição que li em outro contexto "....libertado das cordas senti-me jogado ao chão. Ao longe uma voz - ' esse cara 'ta morrendo, ...rrendo...rrendo ` e uma luz clara e azulada se aproximava ao fundo"
2 pessoas acharam isso útil
0Comentar Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
23
R$12,56